Derf cumpre mandado e prende estelionatário especialista no “Golpe da Chiquita”
Supermoveis

Fullbanner2


Derf cumpre mandado e prende estelionatário especialista no “Golpe da Chiquita”

Fonte:
SHARE
Delegado Claudinei Lopes / Foto: Arq. Ailton Lima

Ailton Lima / Assessoria

 

Investigadores da DERF cumpriram na manhã desta quarta-feira (25), um mandado de prisão preventiva, expedido pelo Juízo da 3ª Vara Criminal contra João Henrique Bites Maia, de 27 ano de idade, apontado como profissional do crime, e segundo a própria polícia um especialista em estelionatos nas compras de veículos na modalidade “golpe da chiquita”.

Nessa modalidade o suspeito consegue folhas de cheques clonados, furtados, roubados ou extraviados e os repassa para as vítimas como pagamento, as quais anunciam as vendas dos carros. Mas antes, os golpistas pesquisam cuidadosamente e observam as vítimas.

Depois, se aproximam e com a “boa conversa”, convencem as mesmas para as vendas e entregas dos carros.

Nessas negociações os vendedores recebem os cheques diretamente ou aceitam os depósitos em envelopes bancários, mas, de qualquer forma, os cheques são compensados e devolvidos.

No entanto, segundo o delegado Claudinei Lopes, somente durante esse mês de março, ele instaurou quatro inquéritos contra João Henrique, com as fraudes confirmadas a partir do final do mês de janeiro/2015, observando uma vítima de 69 anos que vendeu uma caminhonete D-10 e recebeu o cheque fraudado.

Por conta disso, o Delegado requereu a prisão preventiva, como forma de evitar mais prejuízos patrimoniais para outras vítimas, levando em conta outros registros criminais contra o mesmo estelionatário, já que o mesmo indivíduo aparece em outro inquérito da DERF de 2014, onde, com o mesmo golpe de estelionato, comprou um Ford/fiesta.

Além, de procedimentos de furto qualificado e apropriação indébita na Vara Criminal de Rondonópolis e, ameaça e estelionato em Guiratinga, cidade natal de João Henrique.

Agora com a divulgação da prisão, o delegado acredita que outras vítimas deverão procurar a DERF para as formalizações das ocorrências.

Montreal