Deputados criticam mudanças na aposentadoria de trabalhadores rurais
Adventista



Deputados criticam mudanças na aposentadoria de trabalhadores rurais

Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Agência Câmara
SHARE

Integrantes da comissão especial da Câmara que analisa a reforma da Previdência criticaram há pouco a proposta do governo que eleva a idade de aposentadoria dos trabalhadores rurais e impõe uma contribuição individual.

Para parlamentares como Heitor Schuch (PSB-RS) e Assis do Couto, a proposta do governo não leva em consideração as especificidades das pessoas que vivem no meio rural.

Os parlamentares também criticaram a afirmação do relator da comissão, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), dita mais cedo, de que a mudança proposta pelo governo é importante para combater fraudes na concessão do benefício.

Segundo Maia, o IBGE teria identificado mais pessoas aposentadas no meio rural do que vivendo no campo. Para Arlindo Chinaglia (PT-SP), a situação ocorre porque é comum, no interior, que pessoas morem na cidade, mas trabalhem na roça, afetando as estatísticas do IBGE.

Já Pepe Vargas (PT-RS) contestou a existência de muitas fraudes. “A maioria das pessoas adquirem os benefícios na lei”, disse.

Chinaglia criticou ainda a afirmação de um dos debatedores da tarde de hoje – Luiz Henrique Paiva, técnico do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) – que disse que os benefícios da Previdência não colaboram com a redução das desigualdades sociais. “Quando incluímos os mais pobres na Previdência, é um portentoso distribuidor de renda”, disse o deputado.

A audiência continua no plenário 2.

Mais informações a seguir

Assista também pelo canal da Câmara dos Deputados no YouTube