Depois de retomada dos serviços, nascem os primeiros bebês no hospital Regional...


Depois de retomada dos serviços, nascem os primeiros bebês no hospital Regional de Colíder

0
Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Assessoria
COMPARTILHE

No último fim de semana (17 e 18.06), nasceram quatro crianças no hospital regional de Colíder (a 634 km da capital). Há mais de um ano não havia nascimentos no hospital por falta de profissionais da área de pediatria. Nesse período, as gravidas precisavam se deslocar para outros hospitais regionais mais próximos, em Alta Floresta (165 km), Sorriso (238 km), Peixoto de Azevedo (111 km) ou até mesmo para Cuiabá, para fazer o parto.

“As gestantes não precisam passar pelo desconforto do deslocamento para outros municípios; elas agora podem ter o seu bebê com maior conforto e segurança na sua própria cidade. A satisfação é muito grande no município com a reativação do serviço.” Destacou o diretor do hospital Regional de Colíder, Elisandro de Souza Nascimento.

A nova equipe é composta por pediatrias, obstetra e ginecologista. No total cinco profissionais atuam em plantão. O hospital dispõe de oito leitos inicialmente para atender as gestantes.

Melhorias na infraestrutura do hospital

A secretaria de Estado de Saúde contratou a empreiteira Protege para executar obras de melhorias e ampliação na unidade de saúde, para atender com maior qualidade a demanda da região.

No dia 09 de maio o governo do Estado assinou a ordem de serviço para a realização de obras no hospital regional de Colíder, nomeou o novo diretor do hospital, Elisandro de Souza Nascimento, e autorizou a retomada dos serviços de obstetrícia e de pediatria.

Ainda no mês passado, o próprio governador Pedro Taques esteve no hospital de Colíder e anunciou a contratação dos novos profissionais e fez o lançamento das obras no hospital regional. As obras devem começar neste mês de junho, informou o diretor do hospital regional.

De acordo com o secretário de saúde, Luiz Soares, a reforma será feita em cada setor e em três etapas para melhorar a estrutura completa do hospital. A empresa vai contratar mão de obra local.

Essa informação havia sido repassada pelo, Luiz Soares, durante a reunião com lideranças da etnia Kaiapó chefiada pelo cacique Megaron Txucarramãe, prefeitos, vereadores e os deputados estaduais Pedro Satélite e Dilmar Dal Bosco. Também participaram dessa reunião pela SES a secretária Executiva da SES, Fátima Ticianel, o assessor Wagner Simplício, o prefeito de Colíder, Noburo Tomiyoshi, o vice-prefeito, Massahiro Ono, e vereadores da cidade.

O Hospital Regional de Colíder atende outros seis municípios e mais o sul do Estado do Pará, além da população indígena da região que chega a cinco mil índios de nove etnias diferentes. A unidade de saúde tem 80 leitos e vinha funcionando com 85% de sua capacidade.

“O governo priorizou a imediata retomada do serviço de obstetrícia e pediatria e restabeleceu o atendimento às mães gestantes da região que, a partir de agora, não vão precisar mais se deslocar para outras regionais. Com as obras de melhorias, o governo vai assegurar o atendimento à população em geral, na sua totalidade e com maior qualidade,” ressaltou Luiz Soares.