Depois de oito dias, Bombeiros encerram buscas a estudante de medicina
Fullbanner1



Depois de oito dias, Bombeiros encerram buscas a estudante de medicina

Fonte: Da Redação com Olivre.
SHARE
Foto: Corpo de Bombeiros

Depois de oito dias de buscas intensas, o Corpo de Bombeiros informou que encerrou há pouco, às 17h desta segunda-feira (8), os trabalhos sobre o caso do estudante Lucas Bueno. O rapaz de 28 anos desapareceu no Rio Paraguai, em Cáceres (220 km de Cuiabá), no dia 30 de setembro.

Segundo a instituição, militares fizeram mergulho na área do desaparecimento nos dois primeiros dias após o desaparecimento. Na sexta-feira passada (5), mergulharam novamente, em locais mais específicos. No entanto, não conseguiram encontrar o corpo do rapaz.

Nesta segunda-feira, o capitão Raúl Castro, responsável pelas buscas, reuniu-se com a irmã de Lucas e acordou que, então, as buscas seriam encerradas. Por fim, o Corpo de Bombeiros informou que “empenhou profissionais durante 8 dias para as buscas, sem sucesso no resgate do corpo”.

Lucas é matriculado no curso de Medicina na Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), em Cáceres, e desapareceu no dia 30 de setembro.

Testemunhas informaram aos bombeiros que o universitário estava com amigos na localidade conhecida como Praia do Julião. Em determinado momento do lazer, duas mulheres teriam se afogado e o rapaz, junto de um amigo, pulou para salvá-las.

As duas conseguiram ser resgatadas, mas os dois acabaram se afogando. Por sorte, o amigo de Lucas conseguiu se salvar. O estudante, no entanto, afundou e não foi mais localizado.

Depois do caso, alguns amigos do universitário chegaram a pedir o apoio da população. Eles pediam que ribeirinhos, pescadores e indígenas ajudassem os bombeiros a encontrar o amigo.

Há cerca de três dias, a família do estudante alterou seu perfil pessoal do Facebook para um “memorial”.