Décima edição do Grito Rock agita Cuiabá neste domingo
Fullbanner1



Décima edição do Grito Rock agita Cuiabá neste domingo

Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Assessoria
SHARE

Neste domingo (02/04) a Arena Pantanal será palco de um dos maiores eventos colaborativos da música independente, a 10ª edição do Grito Rock, festival cuiabano que volta à Capital com muita música, cultura, lazer e entretenimento. A entrada é gratuita.

As atividades começam às 15h com campeonato de skate e a Batalha de MCs. Em seguida, às 17h, as 11 bandas que integram o Line Up sobem ao palco na seguinte ordem de apresentação: João Reis, The Banana Chips, RedEyes (Tangará da Serra), Cão Latino, Dario Júlio e os Franciscanos (Distrito Federal), Hendson, Lord Crossroads, Karola Nunes, Billy Espíndola, Facção Caipira (Rio de Janeiro) e Boogarins (Goiânia).

Depois da última edição em Cuiabá, em 2015, o evento está de volta à cidade em grande estilo, com mais de seis horas de muita música. Todos esses sons serão apresentados em sintonia com uma série de atrações como dança de rua, grafite, exposição de fotografia, entre outras intervenções. O espaço também vai contar com feira gastronômica, recheada de sabores da terra.

Uma das novidades desta edição é o lançamento do álbum de estreia de Billy Espíndola, anfitrião do Grito Cuiabá 2017. O disco traz as primeiras incursões da guitarra de cocho e um som que o artista chama de rock cuiabano, com groove pantaneiro praiano e cheio de referências que são claras em suas letras e em seu som: blues, country, sertanejo raiz, reggae, hip hop, hard core. Aí é só misturar tudo isso com a viola de cocho, o ganzá, o mocho, um skate no pé e a guitarra na mão.

A 10ª edição do Grito Rock Cuiabá é uma realização do Espaço Toma e Instituto Case, com patrocínio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC) e da Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo. O festival é uma plataforma de troca de tecnologias de produção colaborativa e circulação de artistas e agentes da música pelo mundo afora.

Atrações nacionais

A Boogarins é uma banda goiana que tem se destacado no cenário independente mundial. No ano passado fez duas turnês pela Europa e Estados Unidos, apresentando o segundo álbum do grupo, Manual. Tocar em grandes festivais como o South By Southwest, Primavera Sound e Rock in Rio Lisboa é a principal coroação de uma banda que começou há cinco anos em um quarto em Goiânia.

A tradição do blues sulista americano pega a estrada do rock rural brasileiro e do folk nordestino no eclético e contagiante “Homem Bom”, álbum de estreia da Facção Caipira, do Rio de Janeiro. Um dos nomes mais originais da cena musical carioca, a banda de Niterói coloca suas botas e chapéus e se prepara para conquistar o Brasil com seu “Blues Brasileiro Foragido Americano”.

Dario Julio & Os Franciscanos é um projeto do cantautor pantaneiro Dary, hoje radicado em Brasília. O nome é de banda, mas trata-se de uma aventura solo embriagada por The Smiths, R.E.M. e Belchior. Ex-líder de bandas conhecidas do circuito independente como Terminal Guadalupe e Lorena foi embora…, ele revê parte do repertório autoral e mostra canções da nova fase, que define como “rock-canção”.