Curso marca início do Programa de Atenção à Saúde Mental dos servidores
Supermoveis

Fullbanner2


Curso marca início do Programa de Atenção à Saúde Mental dos servidores

Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Assessoria
SHARE

A Secretaria de Estado de Gestão (Seges), por meio da Secretaria Adjunta de Gestão de Pessoas, realizou, na tarde desta quinta-feira (29.06), a primeira capacitação do Programa de Atenção à Saúde Mental. A iniciativa foi criada especificamente para atender, a médio e longo prazo, os servidores de todo o Executivo Estadual.

De imediato, estão sendo capacitados os setores de Gestão de Pessoas de quatro secretarias. Além da Seges, as Secretarias de Estado de Fazenda (Sefaz-MT) e de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh-MT) e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) participam do curso, que tem duração de dois dias.

Para o secretário-adjunto de Gestão de Pessoas da Seges, Carlos Campelo, os números de servidores que se afastam para tratamentos relacionados a doenças mentais foi mais um dado que fez com que secretaria implementasse o programa.

“Acreditamos muito na valorização do servidor como uma responsabilidade nossa. Cuidar e dar atenção aos conflitos dentro do ambiente de trabalho podem ajudar muito as pessoas”, conta o secretário.

Programa

Conforme a psicóloga da Seges, Wilma Novaes Teixeira, responsável pela implementação do Programa junto à Coordenação de Saúde e Segurança do Trabalho, este é um avanço grande quando trata-se do assunto saúde mental em todo o serviço público.

O programa faz parte da Política de Saúde e Segurança no Trabalho, instituída no âmbito estadual pela Lei Complementar 502/2013, e a intenção é a prevenção dos riscos de qualquer doença mental a que o servidor estadual pode estar exposto dentro do ambiente de trabalho.

“Trabalhamos com a ideia de mediar conhecimentos, então vou levar o conhecimento que eu tenho, com os dos participantes e, juntos, vamos propor ações de melhoria dentro do ambiente de trabalho”, explica a psicóloga, sobre a capacitação.

O objetivo é que os servidores capacitados possam executar o programa nos órgãos em que trabalham, de acordo com os três eixos: análise da situação, promoção e prevenção, e monitoramento. Antes da implementação, o programa foi validado em uma colaboração com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT). 

Montreal