Curso do Programa de Conservação de Solo e Água reúne os principais...
Fullbanner1

Fullbanner2


Curso do Programa de Conservação de Solo e Água reúne os principais especialistas do País

Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Assessoria
SHARE

O Programa Integrado de Conservação de Solo e Água do Paraná já deu os primeiros passos. No mesmo dia da assinatura do decreto 4966, pelo governador Beto Richa (29 de agosto), 50 Engenheiros Agrônomos, Engenheiros Agrícolas e Técnicos Agrícolas, divididos em duas turmas, iniciaram o curso Manejo de solo e água em propriedades rurais e microbacias hidrográficas para requalificação e atualização das práticas conservacionistas.

“A capacitação é a base do programa. Ao longo dos próximos anos, vamos preparar mais de dois mil profissionais para retomar a preservação de solo e água, como era realizada, de forma exemplar, no Paraná nas décadas passada”, ressalta o presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR, Ágide Meneguette.

“Basta o pessoal reunir os profissionais e nos comunicar que vamos viabilizar as turmas de forma imediata, pois esse programa é prioridade”, acrescentou. As turmas sempre serão formadas por 25 pessoas.

O curso semipresencial tem como objetivo principal atualizar profissionais interessados e com registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA-PR) em relação às novas tecnologias e as práticas modernas de manejo de solo e água – a capacitação dos técnicos das cooperativas será feita pelo Sescoop-PR.

Dividida em 14 módulos, a programação prevê a primeira parte (11 módulos) com aulas teóricas à distância, a segunda com prática de campo (dois módulos) e, para finalizar, a defesa presencial do projeto elaborado durante os noves meses do curso.

“A programação foi construída de forma coletiva, com as diversas instituições envolvidas no programa. Um grupo de discussão formado por técnicos com vasta experiência de campo e que já trabalhou em programas anteriores debateu e definiu os tópicos e a estrutura, sempre com foco na aplicabilidade prática, e identificou os nomes de referência nacional, tanto na parte acadêmica e na prática, que poderiam compor o quadro”, explica Cleverson V. Andreoli, coordenador técnico do curso.

O profissional pode acessar as aulas online no momento que for mais conveniente, por exemplo, no contraturno do trabalho. Posteriormente, a prática será realizada em uma propriedade, para depois, cada aluno desenvolver um projeto para a realidade da sua região. A cada módulo, uma prova, com questões diferentes para cada aluno, será aplicada. Essas duas turmas já em andamento irão realizar as aulas práticas na Usaçucar, no município de Paranacity, no Noroeste do Estado.

Assessoria de Comunicação do Sistema FAEP/SENAR-PR
www.sistemafaep.org.br

Montreal