CPI dos grampos deve cair como uma bomba na cabeça de Taques
Fullbanner1



CPI dos grampos deve cair como uma bomba na cabeça de Taques

Fonte: Da Redação NMT
SHARE
Foto - IstoÉ

As oito assinaturas, de 24 possíveis, para instauração da CPI dos Grampos na Assembleia Legislativa de Mato Grosso – ALMT deve ser conseguidas e implantar um turbilhão no Palácio Paiaguás, nos próximos dias. Após o cabo da Polícia Militar, Gerson Luiz Correa Junior, que foi preso como o principal executor dos grampos ilegais, dizer à Justiça, nos últimos dias, que o ex-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, e o atual governador do estado e pré-candidato a reeleição, Pedro Taques (PSDB), foram os responsáveis por todo o planejamento do esquema, deputados estaduais já se movimentam para aprofundar as informações. A Grampolândia Pantaneira gravou advogados, jornalistas e até políticos, como a própria deputada estadual, Janaína Riva (MDB), utilizando-se da estrutura das forças policiais para interesses ocultos. Janaína, ao lado do correligionário, Romoaldo Júnior (MDB), devem liberar o movimento para implantar a Comissão.