CONTRA A DENGUE: Prefeitura chama parceiros e dará R$ 5 mil para...
Supermoveis

Fullbanner2


CONTRA A DENGUE: Prefeitura chama parceiros e dará R$ 5 mil para moradores que tiverem quintal limpo

No dia 21 de cada mês, entre fevereiro e novembro, uma residência será sorteada e vistoriada por agentes de saúde. Se o quintal não oferecer riscos para proliferação da dengue, automaticamente será feito um depósito em conta de R$ 500 ao morador

Fonte:
SHARE
Foto - EBC

Para combater o mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus, a Prefeitura de Diamantino, 190 km de Cuiabá, partiu para criatividade, firmou parceria com a cooperativa de créditos Sicredi Ouro Verde e a empresa Águas de Diamantino para sortear R$ 5 mil, no total, para moradores que deixarem suas residências sem o foco do mosquito.

Para ganhar é preciso primeiro contar com a sorte, depois manter a residência limpa e longe do Aedes. Os agentes comunitários de saúde entregarão em cada  residência, ao longo dos meses de janeiro e fevereiro, um cupom que deverá ser preenchido pelo proprietário do imóvel ou inquilino e depositado até o dia 20 de fevereiro em uma das urnas localizadas na sede da Prefeitura ou na cooperativa Sicredi Centro/Novo Diamantino.

No dia 21 de cada mês, entre fevereiro e novembro, uma residência será sorteada, após o sorteio,  a residência receberá a visita de um agente de saúde e um membro da cooperativa, verificando que não há focos o sorteado é contemplado com uma poupança Sicredi de R$ 500.

“Nosso intuito está na prevenção, o foco da campanha ‘Casa Limpa, Poupança Cheia’ é que as residências permaneçam limpas o ano todo. Nosso maior apoiador tem que ser à população, além de propagar saúde, os munícipes ao participarem da campanha podem  ganhar uma poupança Sicredi de R$ 500”, informou o prefeito Juviano Lincoln.

A secretária municipal de Saúde e Vigilância Sanitária Adélia Maria dos Santos destacou que o trabalho no combate ao mosquito tem que ser coletivo. “Contamos com a cooperação de todos. Quem ganha somos todos nós”.

Fonte: MatoGrossoMais

Montreal