Concurso de redação premia estudantes de Jaciara com voo de helicóptero
Fullbanner1



Concurso de redação premia estudantes de Jaciara com voo de helicóptero

Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Assessoria
SHARE

A emoção de voar de helicóptero pela primeira vez tomou conta de oito jovens de Jaciara (144 km ao Sul de Cuiabá), durante a Caravana da Transformação. Estudantes do Ensino Médio da Escola Estadual Antônio Ferreira Sobrinho, eles participaram de um concurso de redação do projeto Rede Cidadã e receberam o voo como prêmio. 

Nos textos vencedores, análises sobre a vida de um policial militar, os desafios que encontra nas ruas todos os dias, os riscos pelos quais passa para garantir a segurança da população. As redações foram solicitadas após uma palestra realizada pelo Rede Cidadã na escola, uma das atividade do programa. “O objetivo é mostrar o outro lado da polícia, um lado que eles não veem na TV e no jornal”, explicou o gerente estadual do projeto, tenente-coronel Nivaldo José de Arruda.

De tudo que aprenderam em sala de aula, ficou o conhecimento sobre o dia a dia de um policial e qual a função dele na comunidade. “Pudemos ver de perto como é a vida desse profissional, o que eles passam nas ruas, o que aprendem e como atuam. Estão aqui para nos defender”, explicou a estudante Gabriela de Oliveira, de 15 anos.

Nenhum dos oito alunos sabia qual seria a premiação, era surpresa. E não poderia haver premiação melhor, já que sete deles nunca tiveram a experiência de voar antes. Gabriela estava nervosa e nem quis fazer parte da primeira turma (eram quatro alunos por vez), preferiu aguardar o segundo voo.

Antes de embarcar, todos receberam as instruções de policiais do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) sobre como deveriam se comportar dentro e fora do helicóptero. Higor Torres, de 17 anos, garantiu lugar no primeiro voo e não abriu mão de sentar próximo à janela. Ao voltar, a emoção era tanta que não tinha palavras. “É uma sensação muito gostosa, não sei explicar o que senti lá em cima”.

Já Gabriela, que estava nervosa com o voo, era só sorrisos e correu para abraçar a mãe logo que desembarcou. Ria tanto de tudo aquilo que mal conseguia falar. “Dá um frio na barriga, é muito lindo”, falou emocionada.

Uma hora como policial

Além do voo, os oito estudantes da Escola Estadual Antônio Ferreira Sobrinho também participaram da atividade “Uma hora como policial”, do Rede Cidadã. Cada um teve a oportunidade de vestir a farda completa da Polícia Militar de Mato Grosso (PM-MT) e permanecer com ela durante uma hora.

Eles receberam instruções sobre como deveriam se comportar e noções de ordem unida e disciplina militar. Para a futura estudante de Direito, Geziely Brasileiro, de 17 anos, a experiência despertou nela o interesse em seguir essa profissão. “Tenho certeza que isso tudo que vivi aqui vai contribuir muito com meu futuro, até penso em prestar concurso para policial depois de me formar. É muito legal estar aqui com essa roupa e observar como as pessoas me olham e sentir como é ser um policial”.

Sobre o Rede Cidadã

Coordenado pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), o programa Rede Cidadã é resultado de uma parceria entre Governo do Estado, por meio da PM, Polícia Judiciária Civil (PJC), Corpo de Bombeiros, Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Secretaria de Trabalho e Assistência Social (Setas), e o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), Conselho Comunitário de Segurança Pública (Conseg), e demais parceiros.

Em funcionamento desde 2005, o Rede Cidadã atende meninos e meninas da rede pública de ensino. Esses jovens têm a oportunidade de participar, gratuitamente, de atividades esportivas, culturais e educacionais, como teatro, violão, xadrez, futebol, futsal, basquete, capoeira, judô, e outras. O programa também realiza atendimento aos pais das crianças e adolescentes envolvidos.