Comitiva e TJMT discutem construção do novo fórum em Primavera do Leste
Supermoveis


Adventista

Comitiva e TJMT discutem construção do novo fórum em Primavera do Leste

Fonte: Assessoria
SHARE
Foto: Assessoria

O presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), desembargador Rui Ramos, recebeu na tarde desta terça-feira (11) uma comitiva de representantes da Comarca de Primavera do Leste (231km ao sul da Capital) para tratar da construção do novo fórum no município.

O presidente do TJMT deixou acertado que visitará o município na tarde desta quarta-feira (12). O objetivo da viagem é inspecionar as instalações do atual fórum e ver os projetos do novo prédio. “É uma reivindicação da comarca desde 2007. Estamos lutando para a construção do novo fórum, já que o atual não comporta mais a demanda de uma comarca de Terceira Entrância. Além de algumas falhas estruturais como rachaduras e goteiras”, destacou a ex-diretora do fórum juíza Viviane Brito Rebelo Isernhagen, magistrada que representou o fórum durante a reunião.

O prefeito do município, Getúlio Viana revelou que a atitude do presidente do TJMT lhe surpreendeu. “Nós viemos hoje conversar com o desembargador e ele já marcou de visitar nossa cidade. Vontade para construir o novo fórum não falta, este é o momento de dar atenção ao nosso município. O fórum atual não comporta toda a demanda que a cidade possui, a construção de uma nova estrutura trará beneficio para toda a população”, pontou.

Na mesma linha o presidente da Câmara, Leonardo também agradeceu o comprometimento do Poder Judiciário. “Essa abertura das portas do TJMT é muito importante. Essa reunião que contou com os representantes da sociedade [OAB, Legislativo, Executivo e Judiciário] deverá trazer grande êxito para nossa empreitada de instalar um novo Fórum no município”, disse.

O presidente da OAB explicou que a nova estrutura é essencial para a população e para que os operadores do direito possam levar melhores serviços aos jurisdicionados. “Essa obra é uma necessidade de ao menos dez anos. Primavera é um município pujante e em 2017 chegamos a uma situação insustentável no atual fórum. Não há conforto nenhum e apresenta infiltrações e problemas graves. Por isso nós estamos aqui para conseguir dar andamento às obras”, ponderou.

O terreno para o novo fórum possui uma área de 23 mil metros quadrados e as obras devem custar R$ 17 milhões. O atual fórum tem seis varas, sendo uma criminal, quatro cíveis, um juizado especial e o Centro de Conciliação, que foi instalado em uma faculdade local, por falta de espaço. No projeto da nova unidade haverá espaço para a instalação de 10 varas.

O novo prédio ficará muito bem localizado, próximo a outros órgãos como Justiça do Trabalho, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ministério Público do Estado, Defensoria Pública, entre outros.

Montreal