Comentaristas apostam em Palmeiras superior ao de 2016: “Muito promissor”
Supermoveis



Comentaristas apostam em Palmeiras superior ao de 2016: “Muito promissor”

Fonte: SporTV.com
SHARE

Gabriel Jesus, Cuca, Matheus Sales, Allione, Cleiton Xavier, Roger Carvalho, Gabriel e Vagner deixaram o Palmeiras após o título brasileiro em 2016. Em compensação, chegaram Felipe Melo, Hyoran, Willian, Michel Bastos, Antônio Carlos, Guerra, Raphael Veiga, Keno e Eduardo Baptista para reforçar o Alviverde. E a pergunta que fica é: o que era bom pode ficar melhor? Luiz Ademar, Wágner Vilaron e Paulo Massini concordam que a versão 2017 do Palmeiras é melhor, no papel, ao time campeão brasileiro. Entretanto, falta demonstrar isso dentro de campo.

– O time de 2017 é muito promissor. Claro que estamos analisando um time pronto, campeão, com um time ainda para ser formado, para ser escalado de 1 a 11. Acho que já tem uma linha com Prass, Jean, Mina, Victor Hugo, Zé Roberto, Felipe Melo, sem dúvidas é o titular, outro titular é o Tchê Tchê, que está em todos os lugares – afirmou Paulo Massini.

Luiz Ademar elogiou a atuação de alguns reforços no amistoso contra a Ponte Preta em 1 a 1 neste domingo.

– O de 2017 está mais forte. O Felipe Melo está jogando muita bola, o Willian muito interessante na movimentação. O Michel Bastos entrou muito bem. Parece que o Michel de início de São Paulo que vinha jogando muito chegou cheio de vontade também no Palmeiras – disse.

Wágner Vilaron também aposta em um Palmeiras melhor em 201, e ressalta a qualidade do elenco alviverde e já esboça um time titular.

– O potencial do Palmeiras desse ano que está sendo montado é maior que o do ano passado. O banco do Palmeiras é melhor que muito time aí de série A. Mas a ideia de time do Palmeiras no 4-1-4-1, não consigo ver diferente de Felipe Melo, Guerra, Moisés, Tchê Tchê e Dudu – declarou.