Com volta de Victor próxima, goleiro Giovanni evita falar sobre titularidade
Adventista



Com volta de Victor próxima, goleiro Giovanni evita falar sobre titularidade

Fonte: GloboEsporte.com
SHARE

Ainda sem estrear nesta temporada, Victor, que se recupera de uma cirurgia no ombro direito, está próximo do retorno ao time. Porém, Giovanni, reserva do camisa 1, tem dado conta do recado e feito boas atuações. E agora? Com a volta do goleiro, quem será o titular da meta do Atlético-MG? 

– Acho que isso daí a gente deixa para o professor Roger, para o professor Chiquinho (preparador de goleiros), para eles escolherem. O Victor dispensa comentários, é uma grande pessoa, um grande atleta. O importante é eu fazer o meu trabalho e quem ganha com isso é o Atlético – disse Giovanni. 

Nesta temporada, Giovanni foi titular em 12 dos 13 jogos do Galo. Na única partida em que não foi relacionado – empate por 2 a 2 diante da Chapecoense, pela Primeira Liga -, ele foi poupado, assim como os demais titulares da equipe. Em 12 duelos, o goleiro foi vazado sete vezes (média de 0,58 tentos por jogo). Uilson atuou na ocasião.   Retorno próximoEm dezembro de 2016, Victor precisou passar por cirurgia depois de sofrer uma luxação no ombro direito, durante a partida festiva entre amigos de Nenê contra amigos de Romário, em Jundiaí. 

Após mais de três meses, o jogador já está recuperado e vem fazendo treinamento à parte com o preparador Chiquinho. Na última semana, ele iniciou o processo de queda, defendendo, ajoelhado, os chutes laterais sem demonstrar receio. O próximo passo será a queda com o goleiro em pé, o que exigirá mais de Victor.

Vale lembrar, que Victor passou por uma cirurgia também em 2016, só que no primeiro semestre. Em março, o goleiro fez o procedimento de artroscopia no joelho direito. Giovanni até assumiu a titularidade, mas sofreu com um choque em um jogo contra o Tupi, na sequência e também virou desfalque.

À época,  O Atlético-MG teve que correr ao mercado e trouxe o veterano Lauro, que não entrou em campo, já que o jovem Uilson assumiu a condição no gol, por três partidas: contra o Cruzeiro (derrota por 1 a 0), o Villa Nova (vitória por 7 a 2) e o Independiente del Valle (derrota por 3 a 2).