Com projeto próprio e diálogo com Taques, Jaime não descarta Fagundes
Supermoveis



Com projeto próprio e diálogo com Taques, Jaime não descarta Fagundes

Fonte: Da Redação com informações MidiaNews
SHARE
Veterano tem preferência em tentar voltar para o Senado no pleito que se aproxima. Foto - MidiaNews/Arquivo

Um dos veteranos da política mato-grossense e que almeja estar presença como opção nas urnas, em 2018, o ex-governador e ex-senador, Jaime Campos, deu um amostra em sua fala, nesta semana, que em política tudo pode ocorrer, inclusive nada, que também não deixa de fazer parte e tudo. O democrata que mantém diálogo com o atual governador, Pedro Taques (PSDB), mesmo a contragosto da maioria dos seus correligionários, admitiu que não tem nada contra e que não vê impossibilidade em coligar com Wellington Fagundes (PR), atual senador e pré-candidato ao Governo do Estado. “Não há nada que desabone a conduta do Wellington. É um político com longa trajetória, seis mandatos como deputado federal, é senador da República e tem serviços prestados ao Estado através de suas articulações, seu trabalho, seus projetos”, detalhou. Para não confundir demais a opinião pública, porém, deixou claro que o ‘Plano A’ é um projeto próprio. “No momento ideal – que será nas convenções, entre 15 de julho e 5 de agosto –teremos definitivamente o lançamento do projeto, seja com candidatura própria, seja com coligação. Não descartamos nada, mas hoje estamos focados no projeto para eleger governador e senador”, resumiu.