Com goleadas, Cruzeiro aproveita pré-temporada para acertar o time
Supermoveis

Gov

Macropel

Com goleadas, Cruzeiro aproveita pré-temporada para acertar o time

Fonte: Marco Antônio Astoni
SHARE

O Cruzeiro termina os jogos-treino da pré-temporada com um saldo bastante positivo. Foram três vitórias, com 18 gols marcados e apenas dois sofridos. É verdade que os adversários são de nível bem inferior aos que o time vai enfrentar a longo do ano. Tanto Águia, equipe formada por atletas profissionais sem contrato, quanto Araxá, do Módulo II do Campeonato Mineiro, e Brasília, da primeira divisão do Distrito Federal, não ofereceram resistência. Mas mesmo assim, os testes e as goleadas têm valor. Até porque, em 2012, num jogo-treino de pré-temporada, o Cruzeiro perdeu por 1 a 0 para o Progresso, de Angola, na Toca da Raposa II. Os resultados de 2017 foram 7 a 0 sobre o Águia (veja no vídeo abaixo), 3 a 0 sobre o Araxá e 8 a 2 sobre o Brasília.

Mais do que os placares elásticos, porém, o ponto principal dos jogos-treino foi a observação que Mano Menezes pôde fazer dos jogadores. O treinador montou duas equipes diferentes e já tem a base que vai começar a temporada. O time que enfrenta o Villa Nova-MG, domingo, às 17h (de Brasília), na abertura do Campeonato Mineiro está pronto: Rafael; Ezequiel, Léo, Manoel e Diogo Barbosa; Henrique e Ariel Cabral; Robinho, Arrascaeta e Alisson; Rafael Sobis. 

A equipe reserva, que atuou 30 minutos diante do Águia, 60 contra o Araxá e 30 no jogo-treino com o Brasília, também é muito boa. A maioria dos jogadores já foi titular: Lucas França; Mayke, Caicedo, Murilo Cerqueira e Fabrício; Hudson e Lucas Romero; Élber, Marcos Vinícius e Rafinha; Ramón Ábila. Entraram também Alex, Raniel, Bryan e Edimar.

O Cruzeiro, ao longo da temporada, também vai contar com as voltas de Fábio, Dedé e Judivan, que se recuperaram de cirurgias nos joelhos. Os três já estão apurando a forma com os preparadores físicos do clube. Há também a estreia de Thiago Neves, que ainda não tem data marcada para estrear. O meia, que veio do futebol dos Emirados Árabes Unidos, ainda não teve sua documentação regularizada. Desta forma, o Cruzeiro vai contar com pelo menos dois bons jogadores para cada posição.

Além disso, nas cinco competições que vai disputar em 2017, o time poderá fazer até 85 partidas. Com esta maratona pela frente, Mano Menezes deverá usar todo o elenco na temporada.