Com contusão parecida à de Neymar,Robinho desfalca Galo por 3 semanas
Supermoveis

show


Com contusão parecida à de Neymar,Robinho desfalca Galo por 3 semanas

Fonte: Fernando Martins Y Miguel
SHARE

O atacante Robinho e o Atlético-MG levaram a pior no amistoso da seleção brasileira
com a Colômbia, na última quarta-feira, no Engenhão. O
jogador deixou o jogo com dores na região lombar ainda no primeiro tempo (reveja o lance no vídeo acima) e, após exames na Cidade do Galo, nesta quinta-feira, teve
constatada uma pequena fratura na coluna. A contusão é muito parecida com a sofrida por Neymar nas quartas de final da Copa do Mundo de 2014, também diante da Colômbia, mas com menos gravidade. O clube ficará sem o seu principal jogador nos primeiros jogos oficiais do ano, inclusive do clássico com o Cruzeiro, na próxima quarta-feira, pela Primeira Liga, voltando apenas em três semanas, provavelmente.

O médico do clube e da seleção, Rodrigo Lasmar, concedeu uma entrevista coletiva na Cidade do Galo para falar sobre
a lesão e destacou que a fratura de Robinho, que fez aniversário justamente no dia da contusão, não é completa, como foi a de Neymar. 

– O Robinho, no jogo de ontem, no amistoso contra a Colômbia, sofreu um trauma na região posterior do corpo, próxima à região lombar. Ele acabou sofrendo uma fratura pequena no processo transverso da terceira vértebra lombar, traduzindo, o que é isso, fratura pequena, incompleta, no osso da coluna lombar, em um processo ósseo que se localiza em uma vértebra bem baixo. Processo de recuperação que não vai demorar poucos dias, mas não será também um processo tão longo, porque ela não foi completa e sem desvio.

Havia uma grande expectativa de ver Robinho ao lado de Diego
no amistoso da Seleção, no Rio. No entanto, o atacante das pedaladas deixou a
partida no intervalo, para entrada do meia do Flamengo. O lance da contusão foi em uma
falta aos 44 minutos da primeira etapa, no lado direito do ataque do Brasil. O
lateral-esquerdo Farid Díaz, do Atlético Nacional, deu uma entrada dura no atacante do Galo, e o árbitro marcou
a falta. O colombiano acertou a região lombar de Robinho com o braço
esquerdo. 

Lasmar comparou a lesão de Robinho com a sofrida por Neymar, nas quartas de final da Copa do Mundo de 2014, também contra a Colômbia, quando o atacante levou uma joelhada nas costas do colombiano Zuñiga e ficou fora do restante da Copa do Mundo. A recuperação do atacante do Barcelona durou seis semanas e meia. No
entanto, Rodrigo Lasmar, que cuidou de Neymar na parte inicial do tratamento, explicou que a lesão do atacante do Galo é menos
grave, visto que não houve uma fratura completa, como foi no caso de
Neymar.

– É exatamente a mesma fratura que o Neymar teve, mas o Neymar teve uma
fratura com desvio, o mesmo local, o mesmo tipo de fratura, mas foi mais
grave, porque o osso fraturou e acabou se deslocando.

Recuperação: três semanas?

A assessoria do clube informou que o atacante deve ficar fora por pelo menos três semanas, mas, de acordo com o médico do Atlético-MG e da Seleção, é impossível precisar o tempo certo. Rodrigo Lasmar explicou que não é possível fazer imobilização do local, portanto, a recuperação é com repouso absoluto.

– O tratamento é repouso, não existe nenhuma imobilização mais rígida, uma vez que é uma fratura instável. Ele vai vir ao CT para realizar o tratamento, com repouso, medicação analgésica no primeiro momento. O controle é muito mais da questão clínica, à medida que ele se sentir bem, se sentir confortável, volto a fazer trabalhos de reforço, de condicionamento leve e depois aos trabalhos normais.

Sem Robinho, Roger Machado terá de definir quem será o jogador para ocupar a posição no ataque contra o América, de Teófilo Otoni, no próximo sábado, às 17h (de Brasília), no Independência, na estreia do Atlético-MG no Campeonato Mineiro.