Com 5º técnico na seleção brasileira, Robinho inicia busca por terceira Copa
Fullbanner1



Com 5º técnico na seleção brasileira, Robinho inicia busca por terceira Copa

Fonte: Alexandre Lozetti, Edgard Maciel de Sá e Raphael Zarko
SHARE

Ao entrar em campo nesta quarta-feira contra a Colômbia, Robinho será comandado pelo quinto técnico diferente na seleção brasileira. O amistoso com apenas jogadores que atuam em clubes do país abriu as postas para que o atacante, pela primeira vez, fosse convocado por Tite, que desde 2016 já estava de olho em seu bom desempenho pelo Atlético-MG.

A primeira vez de Robinho foi em julho de 2003. Naquela época, a CBF usou a Copa Ouro para treinar a seleção pré-olímpica, que tentaria, e não conseguiria, vaga nos Jogos de 2004. A entidade, portanto, em seu material, não considera aquelas listas e jogos sob comando de Ricardo Gomes. Ao lado de Diego, seu parceiro no Santos, e agora, novamente com ele no Brasil, o atacante disputou cinco jogos pelo torneio e não fez nenhum gol.

Mesmo assim, cada vez melhor no Santos, Robinho voltou em 2004 sob comando de Carlos Alberto Parreira para as eliminatórias. Dessa vez para valer nas estatísticas. E não saiu mais. Foram 24 jogos até a Copa do Mundo de 2006.

Com Dunga, Robinho viveu seu auge na Seleção. Tornou-se o jogador mais importante do time, aquele de confiança, que não sai de jeito nenhum. Não teve a reputação afetada pela derrota para a Holanda, no Mundial de 2010, na África do Sul.

Tanto que virou capitão no início da passagem de Mano Menezes, com quem fez 11 jogos. O fiasco na Copa América de 2011 afastou o jogador das convocações. Felipão também lhe deu poucas chances e não o levou para a Copa-2014.

Dunga voltou, e com ele voltou Robinho, mas nova eliminação na Copa América, a de 2015, mais uma vez fez vítimas, e o atacante, já considerado veterano e longe do auge, esteve entre elas.

> Tite escala Brasil com Arão, Robinho, Dudu e Diego Souza; veja o time titular> Lembra do calção? Diego e Robinho pregam responsabilidade na Seleção

Nesta quinta, Robinho será titular, belo presente para seus 33 anos, completados neste dia 25.

– É bom ser lembrado novamente, agora pelo Tite. Com todos os treinadores nós acabamos aprendendo um pouquinho. Espero que eu possa ajudar o Tite e fazer o melhor pela Seleção. Fazia tempo que eu não comemorava aniversário em campo, normalmente estou concentrado, mas estou feliz por agora estar em campo pela Seleção – afirmou o atacante.

Com uma concorrência duríssima no ataque, em setores que têm estrelas como Neymar, Douglas Costa e Philippe Coutinho, Robinho aposta em sua versatilidade. Nos últimos anos, passou a atuar mais centralizado, com novas funções no ataque. Pode ser o caminho para que esse não seja seu único encontro com Tite, e ele volte a figurar nas próximas listas.

– Espero que esse contato seja maior, sem dúvidas.

Brasil x Colômbia

Data e horário: quarta-feira, às 21h45 (de Brasília)Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de JaneiroEscalação: Weverton, Fagner, Geromel, Rodrigo Caio e Fábio Santos; Walace. Willian Arão, Lucas Lima, Dudu e Robinho; Diego Souza.Arbitragem: Jorge Baliño, auxiliado por Lucas Germanotta e Germán Chade (todos da Argentina).Transmissão: TV
Globo (com Galvão Bueno, Casagrande, Junior, Leonardo Gaciba e Rafael
Henzel), SporTV (com Luiz Carlos Jr, Muricy Ramalho e Lédio Carmona) e
Rádio Globo (com Luiz Penido, Dé, Gustavo Henrique e Rafael Marques).