Coder descarta possibilidade de demissão de funcionários
Supermoveis


Macropel

Coder descarta possibilidade de demissão de funcionários

Fonte: Assessoria
SHARE
Coder possui cerca de 490 funcionários para atender a demanda de toda a Rondonópolis. Foto: Arquivo.

A Coder, Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis, por meio de seus diretores, descartou a possibilidade de demissão como foi equivocadamente divulgada.

O diretor-presidente, José Severino da Silva Neto, o Nino, declarou que o PDV (Plano de Demissão Voluntária) é um recurso de que dispõem as empresas, mas que a Coder em nenhum momento se mostrou disposta a demitir seus funcionários, sobretudo nesse momento de crise econômica porque passa o País e ainda porque a Companhia tem no seu quadro funcional a maior preocupação com o social. “Eu fui mal interpretado quando de uma entrevista na qual falei da existência desse mecanismo de resolução empresarial, mas em nenhum momento disse que ia, imediatamente, demitir meus funcionários. Mesmo porque a cidade cresceu sobremaneira e nossa mão de obra trabalha no limite para dar conta da demanda. Uma redução no quadro funcional só iria trazer um déficit funcional para empresa”, explicou Nino.

A Coder tem hoje cerca de 490 funcionários para atender a demanda de toda a Rondonópolis com serviços e obras públicas como muito bem tem feito em todos os bairros.

Durante reunião com os funcionários na tarde desta segunda-feira, os diretores explicaram para a categoria o equívoco que houvera e reafirmou que não haverá demissões na Companhia. “Não haverá demissões na Coder. Em nenhum momento eu disse que os senhores chegariam aqui e seriam mandados para o RH. Mesmo porque estamos num momento de muitas demandas, muitas obras pela cidade. E, descartar mão de obra, demitir funcionários seria em última instância. Não se cogita essa hipótese aqui na Coder”, assegurou o Nino durante reunião da categoria. Queremos desfazer essa má impressão, queremos desfazer esse clima de desemprego. Eu asseguro aos senhores que não existe nenhuma determinação para se demitir ninguém, finalizou.

Os funcionários se reuniram com a diretoria da Coder e o Sindicato (SISPMUR) e os equívocos foram esclarecidos.

Montreal