Clássico no Estádio Nilton Santos tem dois banheiros e cadeiras depredadas
Supermoveis

Gov

Macropel

Clássico no Estádio Nilton Santos tem dois banheiros e cadeiras depredadas

Fonte: Gustavo Rotstein e Thiago Lima
SHARE

O Estádio Nilton Santos, como foi rebatizado o Engenhão, recebeu seu primeiro clássico na tarde deste domingo, desde que o local foi reaberto após a Olimpíada. Em campo, o Fluminense ganhou do Vasco por 3 a 0, mas fora dele foi o palco que perdeu. Circulam nas redes sociais uma foto de um dos banheiros depredados, mas houve mais. O GloboEsporte.com apurou que a imagem é de hoje após a partida, e não foi apenas um, mas dois banheiros vandalizados, além de cadeiras quebradas. Tudo no setor Leste Inferior, onde estava localizada a torcida vascaína.

Procurado pela reportagem, o Botafogo, que tem a concessão do estádio, informou que vai realizar uma vistoria em todas as instalações até a manhã desta segunda-feira, mas desde já se mostrou tranquilo quanto ao problema. Isto porque, no contrato assinado com Vasco e Fluminense para o aluguel do local, está prevista em cláusula uma indenização com parte da renda para reparos em depredações. Ainda não se sabe o tamanho financeiro do prejuízo. As cadeiras custam R$ 124 cada uma, mais a pintura o valor chega a R$ 150. Os banheiros tiveram papeleiras, saboneteiras e tampas de vaso quebradas.

No Twitter, há algumas postagens de supostos vascaínos em que relatam o vandalismo. “A cadeira do Engenhão é muito resistente, pois eu chutei ela para c…”, escreveu um internauta. “Ainda quebrei a cadeira do Engenhão”, postou outro, apagando em seguida. O Estádio Nilton Santos receberá ainda mais dois clássicos: Botafogo x Flamengo dia 11 de fevereiro, e Botafogo x Fluminense em 22 de março. Número que pode aumentar se o Maracanã continuar fechado.