Cinco torcedores são detidos, e organizada do Vasco tenta emboscada
show

Fullbanner1


Cinco torcedores são detidos, e organizada do Vasco tenta emboscada

Fonte: Amanda Kestelman e Felipe Schmidt
SHARE

O clássico entre Flamengo e Vasco não teve maiores incidentes, mas passou longe de ser completamente pacífico. De acordo com o juiz do Juizado Especial do Torcedor, Marcello Rubioli, houve cinco detenções nos arredores do estádio Raulino de Oliveira: três vascaínos e dois flamenguistas. O jogo terminou em 1 a 0, com a classificação do Fla à final da Taça Guanabara.

Dois vascaínos foram detidos por irem ao estádio como membros de torcida organizada. Eles foram reconhecidos pelo sistema de inteligência da polícia. Eles foram liberados, mas o processo seguirá, e os torcedores serão citados em breve. A organizada à qual pertencem também corre risco de ser punida. Outro vascaíno foi detido por desacato a um policial. Ele aceitou transação penal, pagou meio salário mínimo e foi liberado. Por fim, dois flamenguistas foram flagrados por posse de entorpecente. Ambos também tiveram pena alternativa e pagaram R$ 350 cada. Perto do estádio, um conflito aconteceu, mas não teve grandes proporções. De acordo com o Jecrim, membros de uma torcida organizada do Vasco viajaram numa van disfarçada e tentaram emboscar flamenguistas no bairro do Conforto, a cerca de três quilômetros do Raulino de Oliveira. Ainda segundo o Jecrim, a Polícia Militar conseguiu debelar o incidente.