Chapa de ex-juíza ainda é questionada pela Justiça Eleitoral
Fullbanner1



Chapa de ex-juíza ainda é questionada pela Justiça Eleitoral

Fonte: Da Redação
SHARE
Juiza Selma Arruda. Foto: Internet

A situação da ex-juíza Selma Arruda (PSL) que concorre a uma das vagas ao senado federal ainda não está complementa definida na Justiça Eleitoral.

O motivo é que o pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) adiou,  a votação referente ao pedido de indeferimento da candidatura de Clérie Fabiana, que é a segunda suplente na chapa de Selma.

Havia três votos concedidos, um do juiz eleitoral Ulisses Rabaneda que entendeu que toda a chapa deveria ser indeferida, o voto foi acompanhado pelo juiz Ricardo Gomes de Almeida e em outro voto da juíza Vanessa Curti, que entendeu que a chapa não deveria ser indeferida, apenas a suplente. A informação é do site cuiabano Rdnews.

Há dentro do Tribunal,  três teses neste caso, uma que entende que a suplente deve ser indeferida, uma outra prevê a indeferimento de toda a chapa e a terceira tese garante que não há problemas com a suplente.

O pedido para indeferimento da candidatura de Clerie foi feito pela Procuradoria Regional Eleitoral (PRE), sob a alegação de que a suplente não teve seu nome escolhido em convenção partidária.

O juiz Antônio Veloso Peleja pediu vista do processo. O presidente do TRE, desembargador Márcio Vidal, também pediu vista. No entanto, o julgamento foi adiado com previsão  de que seja retomado na quinta (27).