Chance de quebrar tabu motiva jogadores do Atlético-MG no clássico
Fullbanner1



Chance de quebrar tabu motiva jogadores do Atlético-MG no clássico

Fonte: Fernando Martins Y Miguel
SHARE

O jogadores do Atlético-MG têm motivos de sobra para encarar o duelo contra o Cruzeiro como de extrema importância para o atual elenco. Além de confirmar a evolução do time de Roger Machado, um triunfo no sábado, às 16h (de Brasília), no Mineirão, encerra o tabu de quase dois anos sem vencer o rival.

São seis jogos de invencibilidade da Raposa, com quatro vitórias e dois empates. O último triunfo foi no dia 19 de abril, pela semifinal do Mineiro de 2015, quando o Galo ganhou por 2 a 1, de virada, no Gigante da Pampulha.

Por conta disso, na Cidade do Galo, o pensamento é vencer para melhorar a marca diante do rival, já que a primeira colocação na primeira fase do Mineiro está garantida. Com 27 pontos, o Galo é o líder do Estadual e o Cruzeiro o vice-líder, com 21 pontos.

A motivação é gigantesca. A mesma de uma final de
Libertadores. Do outro lado vamos encontrar uma equipe com sangue no olho para
nos pegar. Mas temos que diminuir nossos erros para quebrar esses tabus – destacou o zagueiro Felipe Santana.

O lateral Danilo, que não atuou no clássico da Primeira Liga, em fevereiro, vencido pelo Cruzeiro, será opção de Roger Machado para o jogo de sábado. E analisa que como deverá ser este próximo duelo.

Já se passaram mais de dois meses daquele clássico.
Aconteceu muita coisa. Tomara que a gente faça um bom jogo e quebre esse
tabu.

O goleiro Giovanni traduziu o que o jogo deste sábado representa para o Atlético-MG.

Todo mundo quer ganhar o clássico. O importante é a gente
fazer o nosso papel. Deixar o histórico para trás. E vencer.