Ceni não garante Renan Ribeiro titular e lamenta: “Foi a nossa pior...
Fullbanner1



Ceni não garante Renan Ribeiro titular e lamenta: “Foi a nossa pior atuação”

Fonte: Marcelo Prado
SHARE

Rogério Ceni apontou a atuação deste sábado, no empate por 1 a 1 com o Ituano, no Morumbi, como a pior do São Paulo sob seu comando. O técnico citou como raro ponto positivo o desempenho de Renan Ribeiro, mas não garantiu o goleiro como titular do time na quarta-feira, contra o Botafogo de Ribeirão Preto, fora de casa.

+ Veja como está a tabela do Paulistão

– Muito boa atuação, fez boas defesas. Deu azar no gol do Ituano, ele fez o posicionamento correto na hora da defesa. Foi muito bem. Vamos definir isso (se será titular), mas tem a possibilidade de o Renan Ribeiro jogar contra o Botafogo. Ele é merecedor de aplausos pelo que fez, assim como o Denis foi merecedor pelo que fez na partida contra o ABC.

A certeza dada pelo treinador é da reprovação ao que viu em campo. O Ituano, dono do pior ataque do Paulistão, fez neste sábado o seu quinto gol em nove rodadas e não marcou mais por causa de Renan Ribeiro. O resultado ainda prejudica os planos do técnico, já que o Tricolor está com só um ponto de vantagem na liderança do grupo B e a quatro do terceiro colocado.

– Foi a pior atuação desde que eu cheguei. Não sei se foi porque jogamos
na quarta-feira e tivemos pouco tempo de preparação. Até reagimos no
segundo tempo, quando criamos algumas chances. Foi um jogo atípico em
relação ao que vínhamos apresentando desde janeiro.

Leia mais trechos da entrevista do técnico:

Classificação no Paulista– Se houvesse uma vitória,
eu estava planejando tirar alguns jogadores contra o Botafogo. Com o
resultado, ainda temos de brigar por pontos. Desde que começamos o
Paulista, não tivemos nenhum meio de semana de folga, por isso tinha a
ideia de poupar alguns contra o Botafogo. Agora vamos pensar.

Jucilei de zagueiro no segundo tempo– A opção foi minha dele jogar na zaga. O Douglas já tinha amarelo. Por isso, eu o recuei para a zaga e coloquei o João para melhorar a distribuição no meio-campo. Eu não queria queimar as três alterações no início do segundo tempo. Guardei a última alteração porque não sabia como o Pratto iria reagir, por exemplo. É um jogador de roubada de bola, tem bom passe. Só ainda precisa de um condicionamento físico melhor. Não posso escalá-lo o tempo todo. Tenho que fazer o revezamento.

Poupar jogadores– Está difícil lidar com isso. O Buffarini
começou na lateral porque não podia usar o Júnior por quatro jogos
seguidos, o risco de lesão seria muito grande. Como só tenho Bruno e
Júnior, tenho que cuidar muito bem deles na sequência que teremos pela
frente. Para a vaga do Pratto, tenho Chavez e Gilberto. Para o lugar do
Cueva, tenho de pensar qual sistema de jogo será utilizado.