Cazares como titular e estilo NFL: destrinchando o treino de Roger
Supermoveis



Cazares como titular e estilo NFL: destrinchando o treino de Roger

Fonte: Maurício Paulucci
SHARE

Gritaria, instruções a todo momento, cobrança e intensidade. Esta tem sido a rotina nos treinos de Roger Machado no Atlético-MG. A grande novidade da atividade desta segunda-feira foi a presença, o tempo inteiro, de Cazares, no time titular. O comandante gaúcho fez um treino que fez lembrar um esporte que é febre entre torcedores por todo o mundo: o futebol americano da NFL. Basicamente, os jogadores de defesa tinham que completar dez passes para ter o direito de “avançar jardas”, ou ter o direito de avançar dentro do campo e atacar mais.

Em um bate-papo na beira do gramado, o auxiliar Diogo Giacomini explicou que o trabalho não tem nada a ver com futebol americano, mas sim uma espécie de “treino alemão”. Calma, não tem nada a ver com o 7 a 1. O assistente técnico do Atlético-MG explicou que o trabalho é para otimizar o desenvolvimento da compactação do time e produzir uma evolução ofensiva e defensiva ao mesmo tempo. É assim, o elenco é dividido em três times (com dez jogadores – os goleiros revezam entre si). Até por isso, muitos jogadores da base completam a atividade.

Dois times jogam, enquanto o outro descansa. O time que está atacando tem que tentar fazer o gol, e o que está defendendo tem que conseguir trocar dez passes para ter o direito de avançar “as jardas”, o que significa que a equipe tem a permissão para atacar. Assim, o Atlético-MG trabalhou por quase uma hora e, durante todo este período, uma grande novidade: Cazares não saiu do time titular. 

Cazares titular?

O time titular se desenhava com os jogadores que vestiam o colete verde. E eles começaram com Marcos Rocha, Felipe Santana, Gabriel e Fábio Santos; Rafael Carioca e Yago; Luan, Cazares, Robinho e Pratto. A entrada do equatoriano é novidade porque quem vinha treinando nesse quarteto ofensivo era Maicosuel. Surpreendeu mais ainda porque, durante a atividade, Roger Machado fez sim substituições, mas Maicosuel continuou entre os reservas.

Depois de um tempo, o treinador sacou Fred para colocar Lucas Pratto e Luan, que deu lugar a Otero. Cazares não deixou o time em momento nenhum e jogou, na maior parte do tempo, centralizado.

Antes de tudo isso aí acontecer, Roger Machado fez um trabalho diferente, com ênfase nas cobranças de lateral. Patric cobrava um lateral para dois atacantes, e um deles tinha que partir em velocidade para finalizar. O curioso é que participaram deste trabalho Fred, Robinho, Clayton, Hyuri e Luan. Pratto ficou de fora, fazendo uma atividade tática com o restante do elenco.