Casario / Parque das Águas
Fullbanner1


Macropel

Casario / Parque das Águas

Fonte:
SHARE
Foto: Roger Andrade

O Casario é o “Marco Zero” de Rondonópolis. Foi nesse local que começou a ganhar contornos de cidade, pois era ali que se fazia a travessia do rio Vermelho, feita por balsa.

Restaurado tornou-se centro cultural e atração turística às margens do rio Vermelho. Criticam-se as intervenções, restaurações e mudanças. No filme “Esse aqui não”, publicado em 2000, nota-se na filmagem aérea como era diferente do que se vê hoje.

O Parque da Águas é uma área de lazer, com quadras esportivas e pista de caminhada.

Como fazem parte de um conjunto turístico optou-se em escolher como uma das Sete Maravilhas de Rondonópolis.

A ponte e o próprio rio são importantes monumentos para contemplação, e instrumentos que permitiram a cidade tornar-se um centro de miscigenação geográfica, quando acolheu aqui os baianos, mineiros, goianos, maranhenses, paranaenses, mato-grossenses, gaúchos, paulistas, catarinenses, brasileiros e estrangeiros de outras terras, que viveram e ou vivem harmonicamente, sem xenofobia tratando-os como rondonopolitanos.

Montreal