Campeão do Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja Safra 2014/2015 é...
Fullbanner1

Fullbanner2


Campeão do Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja Safra 2014/2015 é do Paraná!

Fonte:
SHARE

DR1_0495Com produção de mais de 140 sacas por hectare, produtor e consultor de Ponta Grossa são os vencedores desta edição da competição promovida pelo Comitê. O Resultado foi divulgado nesta terça-feira (23), pelo presidente do CESB durante o VII Congresso Brasileiro da Soja, em Florianópolis (SC).

Na verdade, é de Ponta Grossa, no Paraná, o novo campeão nacional do Desafio de Máxima Produtividade de Soja, evento promovido anualmente pelo Comitê Estratégico Soja Brasil (CESB).

O produtor e consultor Alisson Alceu Hilgenberg alcançou a mais alta marca já registrada no concurso: 141,79 sacas por hectare, resultado da utilização de tecnologias inovadoras do plantio à colheita. O resultado foi anunciado nesta terça-feira, 23, por Luiz Nery Ribas, presidente do CESB,durante o VII Congresso Brasileiro de Soja, em Florianópolis (SC).

“A produtividade alcançada nesta safra é bastante superior à do vencedor do ano passado, de 117 sacas por hectare, e ainda maior do que a média de produtividade nacional, que é de 48 sacas/hectare”, destaca Ribas. “Por isso, continuamos incentivando o talento e a iniciativa do produtor brasileiro no desenvolvimento de novas práticas de cultivo, que resultem na extração do potencial máximo da cultura de uma forma rentável e sustentável.”

Além de ter se sagrado campeão nacional, Hilgenberg foi também o vencedor da categoria Regional/Sul (soja não irrigada). Outras categorias do Desafio também registraram altas produtividades:
Soja não irrigada:

Campeão do Norte-Nordeste: do município de Correntina, na Bahia, o produtor Rui Luiz Gaio e o consultor Ivair Gomes alcançaram a média de 112,44 sacas por hectare;

Campeão do Centro-Oeste: da cidade de Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, o produtor Arthur Exley Edwards e o consultor Antonio Cavicchioli Pereira Neto obtiveram a produção de 127,17sacas por hectare;

Campeão do Sudeste: em Capão Bonito, São Paulo, a produtora Elizana Baldisserae o consultor João Paulo de Sá Dantas obtiveram 122,99 sacas por hectare;

Soja Irrigada:

O campeão nacional da categoria é do Sudeste, da cidade de Brasilândia de Minas, em Minas Gerais. Leonardo Latalisa França, produtor, e Lucas Gontijo de Araújo, consultor, chegaram a113,32 sacas por hectare.

Campeões estaduais na categoria Soja Não Irrigada:

Goiás: do município de Doverlândia, o produtor Claudio José Ragagnin Junior e o consultor Jalel Augusto Bertotti conseguiram produzir 91,71 sacas por hectare;

Minas Gerais: em Formoso, o produtor James Juliano Marchese e o consultor Cristiano Lopes Furtado alcançaram 73,56 sacas por hectare;

Mato Grosso do Sul: em Lucas do Rio Verde, o produtor José Eduardo Macedo Soares Junior e o produtor Advando Alves conquistaram 96,45 sacas por hectare;

Rio Grande do Sul: na cidade de Coxilha, o produtor Gustavo Gomes e a consultoria Prime Agrotecnologia chegaram a 107,11 sacas por hectare.

Campeões Municipais:

Paraná: da cidade de Guarapuava, o produtor Alexandre Seitz e o consultor José Carlos Sandrini Junior conquistaram 126,79 sacas por hectare;

Rio Grande do Sul: em Colorado, o produtor Ediomar Luiz Daudt Chagas e o consultor Romeo Sandri chegaram a 101,51 sacas por hectare;

Rio Grande do Sul: do município de Santo Antonio do Planalto, o produtor Valdomiro Altmann e o consultor Fernando Cirolini chegaram a 98,61 sacas por hectare;

Rio Grande do Sul: em Não Me Toque, o produtor e consultor Ademir Celso Rambo alcançou97,20 sacas por hectare;

Rio Grande do Sul: da cidade de Ernestina, o produtor André Luiz Heckler e a consultora Meiri Penz chegaram a 94,60 sacas por hectare;

Rio Grande do Sul: da cidade de Tapera, o produtor Eduardo Bervian e o consultor Givago Souza Borghetti obtiveram 93,57 sacas por hectare;

Rio Grande do Sul: de Mato Castelhano, o produtor Juliano Manfroi e o consultor Angelo Rigon Machado chegaram a 92,99 sacas por hectare;

Rio Grande do Sul: da cidade de Tio Hugo, o produtor Wellington Cristiano Machado e o consultor Leoder da Silva Machado chegaram a 82,96 sacas por hectare.

Montreal