Café: Cotações do arábica próximas de US$ 1,40/lb nesta tarde 6ª com...
Fullbanner1

Fullbanner2


Café: Cotações do arábica próximas de US$ 1,40/lb nesta tarde 6ª com altas de mais de 200 pts em NY

Fonte: Por Notícias Agrícolas
SHARE

As cotações futuras do café arábica na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) seguem em alta moderada nesta tarde de sexta-feira (28) e estendem os ganhos registrados na véspera. O mercado tem suporte do câmbio, à medida em que o real se valoriza, mas também acompanha as informações sobre a safra do Brasil, maior produtor e exportador da commodity no mundo. Com a alta, os principais vencimentos já estão próximos do patamar de US$ 1,40 por libra-peso.

Por volta das 12h40 (horário de Brasília), o contrato setembro/17 registrava 138,05 cents/lb e alta de 210 pontos, o dezembro/17, referência de mercado, estava cotado a 141,55 cents/lb com avanço de 205 pontos. Já o vencimento março/18 subia 205 pontos, a 145,10 cents/lb, e o maio/18, mais distante, também tinha valorização de 205 pontos e estava sendo negociado a 147,35 cents/lb.

Ainda acompanhando as informações da véspera, as cotações futuras do arábica avançam também nesta sexta. A commodity avança com suporte do câmbio, com o real mais forte, e informações sobre danos nas lavouras brasileiras com relatos de broca. Às 12h06, o dólar comercial recuava 0,43%, cotado a R$ 3,1425 na venda, com investidores atentos à cena política e possibilidade de ingresso de recursos no país.

A safra 2017/18 do Brasil também segue no foco dos operadores, com relatos de broca na produção de algumas origens. “A quantidade de café de menor qualidade será maior neste ano na comparação com os anos passados”, disse um grande importador dos Estados Unidos à agência de notícias Reuters.

De acordo com informações do analista e vice-presidente da Price Futures Group, Jack Scoville, os gráficos diários do mercado do arábica mostram que os preços devem subir ainda mais, mas agora as tendências são mistas. “Os preços têm a chance de operarem em 140,00 cents/lb no vencimento setembro/17 nas próximas semanas”, acrescentou o analista em relatório na última quinta-feira (28).

No Brasil, por volta das 09h25, o tipo 6 duro era negociado a R$ 450,00 a saca de 60 kg em Espírito Santo do Pinhal (SP) – estável, em Guaxupé (MG) os preços também seguiam estáveis a R$ 461,00 a saca e em Poços de Caldas (MG) estava sendo cotado a R$ 455,00 a saca. Os negócios seguem acontecendo de forma isolada nas praças de comercialização brasileiras.

Montreal