Brasil participa dos 15 dias de ativismo pelo empoderamento das mulheres rurais
Supermoveis

Fullbanner2


Brasil participa dos 15 dias de ativismo pelo empoderamento das mulheres rurais

Fonte: Portal Brasil
SHARE
Campanha segue até o dia 15 de outubro, data em que se comemora o Dia Internacional da Mulher Rural. Foto: Ilustrativa.

O Brasil participa, nesta semana e na próxima, dos 15 dias de ativismo pelo empoderamento das mulheres rurais. A Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead) vai difundir entre as mulheres do campo os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU) para 2030.

Para disseminar as principais conquistas das mulheres no campo, a ação divulgará um objetivo por dia nas redes sociais Facebook e Twitter. Entre as principais conquistas a serem abordadas estão, por exemplo, a erradicação da pobreza, educação de qualidade, igualdade de gênero. A campanha segue até o dia 15 de outubro, data em que se comemora o Dia Internacional da Mulher Rural.

A campanha internacional #MujeresRurales, mujeres con derechos é promovida pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO), pela Reunião Especializada sobre Agricultura Familiar do Mercosul (Reaf) e outros organismos que compartilham experiências, estratégias e iniciativas já adotadas para impulsionar a promoção dessas mulheres nos países da América Latina e Caribe.

Nas redes sociais, a participação na campanha poderá ser feita e acompanhada com as hashtags #mulheresrurais e #mujeresrurales – o termo em espanhol será usado pelos participantes dos outros países latinos e também deverá ser compartilhado pelos brasileiros.

Saúde e bem-estar

Um dos principais objetivos do ODS 3, saúde e bem-estar, é reduzir substancialmente o número de mortes e doenças por produtos químicos perigosos, contaminação e poluição do ar e água do solo. Nesse papel, as mulheres rurais são consideradas protagonistas em técnicas de produção orgânica e agroecológica. Segundo a organização do concurso nacional “Vozes, imagens, histórias e experiências das mulheres rurais”, realizado no mês passado pela campanha #MulheresRurais, mulheres com direitos, mais de 80% das participantes descobriram os benefícios da agroecologia e fomentam a prática em suas comunidades.

Montreal