BR-364 em obras: motoristas devem ficar atentos à sinalização
Supermoveis

Fullbanner2

Triburbana

BR-364 em obras: motoristas devem ficar atentos à sinalização

Serviços são realizados em dois períodos

Fonte:
SHARE

Com o início de uma frente de trabalho durante o dia na BR-364/163, o tráfego segue lento na região de Jangada, onde a Rota do Oeste realiza obras das 7h às 14h e das 19h às 4h30. O tráfego é operado em ‘Pare e Siga’ e até quarta-feira as atividades serão realizadas do km 488 ao km 493, município de Jangada. Os motoristas devem seguir as orientações dos operadores de tráfego e aguardar a liberação da pista para seguir viagem em segurança.

O gerente de Operações da Concessionária, Wilson Ferreira, explica que o ‘Pare e Siga’ realizado na região libera o tráfego a cada 15 minutos em uma das faixas, porém os motoristas podem ter que aguardar tempo superior. “O período de espera pode ser um pouco maior, dependendo do fluxo de veículos na região, que costumar ser bem movimentada”, orienta.

Na região, o tráfego contará com este modelo de operação por um período de quatro meses, tempo estimado para finalização das obras. Ferreira frisa que é importante redobrar a atenção no local, diminuir a velocidade e seguir atentamente as orientações.

“A sinalização e a orientação existentes na região têm o objetivo de preservar os motoristas e as pessoas que trabalham na rodovia. Então, é fundamental reduzir a velocidade, aguardar quando existir essa determinação, trafegar pela pista indicada e não invadir a mão contrária. Há maquinários pesados na rodovia em obras e trabalhamos para evitar acidentes”, aponta.

Obras – Os trabalhos na BR-364/163, entre Cuiabá e Rosário Oeste, são realizados ainda no período noturno. A intensificação das atividades em dois turnos é uma medida adotada pela Rota do Oeste para aproveitar o período seco e garantir a qualidade da obra.

Durante o dia, as equipes contratadas pela Rota do Oeste realizam o Tratamento Superficial Simples (TSS), a sinalização, a limpeza, a roçada e a formação de aceiros. Essas atividades devem ser realizadas no período diurno.  À noite, é feita a aplicação de CBUQ (camada asfáltica).

Sobre a Rota do Oeste – A Rota do Oeste é responsável pela recuperação, conservação, manutenção e implantação de melhorias da BR-163, bem como a oferta de serviços de atendimento ao usuário, entre os municípios Itiquira (MT) e Sinop (MT), um trecho com extensão de 850,9 quilômetros.

Nos primeiros anos de atuação, a concessionária duplicou 117 quilômetros da rodovia, da divisa com Mato Grosso do Sul até Rondonópolis. A Rota do Oeste também tem a missão de ampliar a pista da BR-163, do Posto Gil a Sinop, e da rodovia dos Imigrantes (BR-070). Juntos, os segmentos somam 453,6 quilômetros.  Ainda como parte do escopo de trabalho está a recuperação e conservação do trecho de 108 quilômetros entre Várzea Grande e Rosário Oeste.

Montreal