Bomba bombeiro
Adventista



Bomba bombeiro

Fonte:
SHARE

Bomba bombeiro

 

E ela chega,

volumosa,

de presente e presença,

totalmente vaporosa.

 

Dengosa,

me abraça, me atiça,

testa a oclusão no meu ombro

e me belisca.

 

Posa e pousa,

enrosca, aconchega.

Se impõe,

Achega.

 

Seu hálito quente

são labaredas.

Me chama em chamas.

Oh! Infinitas alamedas.

 

Esse fogo que você tem,

deixa eu apagar.

Bomba a bomba, bomba bombeiro!

Até a fogueira ou a fonte secar.

 

28.7.18.