Bolsonaro perde o posto de “maluco” da corrida presidencial
Fullbanner1



Bolsonaro perde o posto de “maluco” da corrida presidencial

Fonte: Da Redação NMT
SHARE
Brazilian presidential candidate Cabo Daciolo (Patriota) speaks during the first presidential debate ahead of the October 7 general election, at Bandeirantes television network in Sao Paulo, Brazil, on August 9, 2018. / AFP PHOTO / Nelson ALMEIDA

Se invés da Presidência da República tivesse em jogo no debate presidencial desta semana, na TV Bandeirantes, o título de “mais doido” do Brasil, no bom sentido, o atual deputado federal e pré-candidato pelo Patriota ao posto mais alto da política nacional, cabo Daciolo Fonseca, certamente já estaria com a mão na taça. Com uma fala descontrolada e ataques gratuitos aos outros componentes da bancada, na maior parte deles errando, quando insinuou que Ciro Gomes (PDT) fez parte da fundação do chamado “Foro de SP” – grupo que incluiu as maiores lideranças de esquerda da América do Sul – ou outras pataquadas, o bombeiro militar acabou sendo o mais buscado da internet, segundo o Google Trends, obviamente por todos que queriam saber quem era o homem que a cada frase terminava com um “para a honra e glória do senhor Jesus”. Do ponto de vista da “loucura”, Bolsonaro foi engolido de longe pelo cabo que embora parece de extrema direita já foi expulso do PSOL, em maio de 2015, por infidelidade partidária.