Bolsonaro diz que não tem ‘tempo para perder’ com Alckmin e nega...
Fullbanner1



Bolsonaro diz que não tem ‘tempo para perder’ com Alckmin e nega debate

Fonte: Da Redação NMT
SHARE
Montagem NMT - (Foto Bolsonaro: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco) (Foto Alckmin: Pedro Ladeira/FolhaPress)

“Ele está perdendo para mim até em São Paulo. Não tenho tempo para ficar discutindo essas coisas com ele. Não tenho tempo para perder com Alckmin. Quando ele tiver na minha frente em São Paulo, ou atingir dois dígitos, ele liga para mim”. Com essa justificativa, o pré-candidato a presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), reagiu ao ser questionado se aceitaria o convite feito pelo possível concorrente, Geraldo Alckmin (PSDB), que postou na sua conta no twitter que não conhecia as propostas do Bolsonaro para segurança pública e lhe chamou para um debate sobre o tema.

Líder das pesquisas de intenção de voto sem Luis Inácio Lula da Silva (PT), agora presidiário, na disputa, Jair já carrega a empáfia de quem, no mínimo, já se vê no segundo turno. Bolsonaro carrega consigo o discurso superficial de armar a população como política de combate a criminalidade, mas é questionado por diversos especialistas sobre a eficácia dos efeitos práticos da medida, que teria de passar pelo Congresso Nacional para virar realidade.

Alckmin, por sua vez, carrega consigo os bons números da sua gestão no estado mais desenvolvido do país. Segundo o Atlas da Violência 2018, documento que baseia as discussões técnicas do setor e que foi divulgado nos últimos dias, São Paulo tem a menor taxa de homicídios – 10,9 por 100 mil habitantes –  do país em comparação a outros estados e grandes cidades. Também é do estado a maior redução de assassinatos, uma redução de 46,7% de 2006 a 2016. Alckmin foi governador de 2001 a 2006, assumindo novamente em janeiro de 2011 até abril de 2018.