Blitz Seletiva já removeu mais de 200 carros em Rondonópolis
Supermoveis


Macropel

Blitz Seletiva já removeu mais de 200 carros em Rondonópolis

Fonte: Ana Flávia Dorsa
SHARE
Foto: Divulgação

Alegando segurança e fiscalização, teve início na última terça-feira (31) a Blitz Seletiva, uma ação que usa a tecnologia de um sensor instalado dentro da viatura policial que detecta se o carro que está circulando tem algum tipo de irregularidade. Se constatada a irregularidade, o veículo é parado na blitz, caso contrário, o motorista pode seguir viagem.

Conforme explicou o chefe da 2ª Ciretran, Rogério Borges Cardoso, a câmera de captação óptica, chamada OCR (Optical Character Recognition), transforma imagem em texto e tem capacidade de registrar 700 fotos por minuto. Para ele, o trabalho é de estrema importância, já que na cidade, 58% da frota está irregular.

Rogério informou que a Blitz já contabiliza a seis operações desde que começou, sendo quatro delas no perímetro urbano e duas na rodovia. No total 25 servidores estão envolvidos nos trabalhos que já removeu cerca de 200 carros, sendo que destes, 70% já form liberados.

“Veículos com busca e apreensão, sem transferência, fruto de roubo e furto e outras irregularidades foram removidos. A grande surpresa foi a quantidade de carros novos e de alto padrão que estavam irregulares, carros que geralmente não levantam suspeitas”, pontuou o chefe do Ciretran.

Alerta – Rogério aponta que várias notícias falsas sobre o não pagamento de impostos e tributos sobre os veículos estão circulando pela internet, e que as mesmas não procedem, mas induzem a população ao erro. Sendo assim, o servidor pede para que todos os motoristas consultem a documentação e estejam em dia com compromissos para não sofrerem maiores penalidades.

 

Montreal