Base governista anuncia obstrução para impedir votação da PEC das Diretas
Fullbanner1


Macropel

Base governista anuncia obstrução para impedir votação da PEC das Diretas

Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Agência Câmara
SHARE

O deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA) anunciou há pouco que a base do governo vai se valer do chamado “kit obstrução” para impedir a votação da PEC das Diretas (PEC 227/16), que prevê eleições diretas para presidente e vice-presidente da República em caso de vacância a qualquer tempo, exceto nos seis últimos meses do mandato.

A admissibilidade da PEC está sendo analisada neste momento pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ). O primeiro item do chamado “Kit obstrucão” pretende a votação nominal do requerimento de inversão de pauta. Na prática, como a PEC é o único item da pauta, o requerimento pretende apenas prolongar o início dos debates.

Para Aleluia, o constituinte foi sábio ao decidir por eleições indiretas nos dois últimos anos do mandato e não há motivo para alterar essas regras. “Não se pode fazer uma eleição em 30 dias, caso as vacâncias ocorressem no último mês do mandato, por exemplo”, disse.

Para Aleluia, o que existe é um trabalho das minorias para criar uma instabilidade e um clima de diretas já. “Estão querendo reeditar a Emenda Dante de Oliveira (que previa eleições diretas à época do governo militar), mas agora a época é outra”, disse Aleluia.

Por outro lado, a favor do início dos debates sobre eleições diretas, o deputado Alessandro Molon (Rede-RJ) disse que não há motivo para que essa discussão não ocorra.

A reunião é realizada no plenário 1.

Montreal