Autor de furto e acusado de uso de documento falso são presos...
Fullbanner1

Fullbanner2


Autor de furto e acusado de uso de documento falso são presos em Rondonópolis

Fonte: Assessoria | PJC-MT
SHARE
Foto: Da Internet

Mais duas pessoas foram presa durante a operação “Sem Cessar”, deflagrada pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Rondonópolis (212 km ao Sul), com objetivo de combater a criminalidade no município, em especial crimes contra o patrimônio. O suspeito, Valdinei Pereira Carvalho, 29, foi flagrado com uma motocicleta e outros produtos roubados de uma residência. Em outra ação, F.C.D. V.,22, foi preso em flagrante por uso de documento falso.

Em investigações de crimes de roubo e furto de motocicletas, os policiais da Derf-ROO receberam informação sobre um suspeito de receptar os veículos. No endereço indicado, os policiais encontraram Valdinei com uma motocicleta Honda Biz, produto de furto. Questionado, o suspeito alegou que havia trocado sua motocicleta no veículo.

Em buscas na casa do investigado, policias encontraram vários objetos como televisão, máquina de lavar, cortador de grama e botijão de gás, pertencente a uma vítima de furto a residência, ocorrido recentemente.

Diante da situação, Valdinei confessou a autoria do furto, sendo conduzido a Derf-ROO, onde foi autuado em flagrante por receptação. Na delegacia, os policiais descobriram que o aparelho celular utilizado pelo suspeito era produto de roubo, ocorrido em 2016.

Documento Falso

Em outra ação realizada no final da tarde de sexta-feira (25), a equipe da Derf-Roo foi acionada para deslocar até o pátio do Ciretran de Rondonópolis, pela suspeta de caso de uso de documento falso. No local, os investigadores encontraram F.C.D.V. portando um Certificado de Registro de Licenciamento de Veículo com queixa de furto.

Em checagem no sistema, foi constatado que o documento foi extravido do Ciretran do município de Jangada. Questionado sobre a procedência do documento, o suspeito confessou que comprou a cédula falsa de uma pessoa que não sabia identificar, pelo valor de R$ 100. O acusado foi conduzido a Derf-ROO, onde foi lavrado o flagrante por uso de documento falso.

Montreal