Auto da Paixão propicia qualificação de reeducandos para mercado artístico
Adventista



Auto da Paixão propicia qualificação de reeducandos para mercado artístico

Espetáculo que será encenado de 11 a 16 de abril, em Cuiabá, tem reeducandos e adolescentes do sistema socioeducativo no elenco e na produção.

Fonte: Raquel Teixeira | Sejudh-MT
SHARE
Foto: Gcom-MT

Reeducandos do sistema penitenciário e adolescentes do socioeducativo de Mato Grosso estão no elenco do Auto da Paixão, evento religioso promovido pelo Governo do Estado que será encenado na Semana Santa, em Cuiabá. Alguns deles participam pela segunda vez do espetáculo, sejam como figurantes ou na produção, e acreditam que o evento é uma oportunidade de testar habilidades até então desconhecidas.

É o caso de um dos adolescentes que atua como figurante. Ele diz que a participação o motivou a buscar uma qualificação na área e propicia uma nova visão sobre a vida e a rever todas as atitudes que tomou até entrar no sistema socioeducativo.

Ensaios do Auto da paixão

A reeducanda Daniele Pereira também atua como figurante na peça. “Com essa chance de participação podemos ser vistos com outros olhos, mostrar que podermos fazer diferente”.

A participação de reeducandos no Auto da Paixão faz parte de uma cooperação firmada entre a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, Fundação Nova Chance e o grupo Cena Onze, responsável pela produção do espetáculo. A parceria viabiliza a inclusão social dos recuperandos com a capacitação para o mercado de trabalho artístico por meio das oficinas de atuação, maquiagem e figurino.

Entre produção, elenco e trabalho in loco nos dias do evento participarão do Auto da Paixão 26 reeducandos, entre homens e mulheres dos regimes fechado e semiaberto.

Auto da paixão

O secretário adjunto de Administração Penitenciária, Emanoel Flores, destaca que o ingresso de reeducandos rende resultados satisfatórios, pois quem participa do projeto se sente estimulado a buscar novas oportunidades e a se qualificar. “É uma nova chance que temos a satisfação de buscar parcerias para cada um dos recuperandos”.

Oficinas

A oficina de costura da Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May serviu de base para que cinco reeducandas pusesse as mãos na massa na confecção de figurinos do Auto da Paixão. Três delas trabalharão como figurinistas durante os seis dias de apresentação da peça.

Já outro grupo feminino atuará na figuração do elenco e ainda recebeu capacitação na oficina de maquiagem e efeitos especiais como máscaras, ferimentos, cortes e também de envelhecimento. Todos os reeducandos que participam do espetáculo receberão pagamento e alimentação.

Oficina de maquiagem e efeitos especiais.
Oficina de maquiagem e efeitos especiais.

O diretor do Auto da Paixão, Flávio Ferreira, explica que o evento foi cuidadosamente pensado para ser uma ação de inclusão sócio produtiva e cultural continuada.“O teatro abre portas e a inclusão social ajuda a quebrar preconceitos”, destacou o diretor. “Não há uma separação entre quem é reeducando ou não. Temos uma convivência belíssima”, acrescentou, afirmando que é um privilegio participar do projeto.

Inclusão social 

Neste ano, o Auto da Paixão de Cristo será representado em 15 cenas por 320 atores em um espetáculo de uma hora e meia. O evento também vai gerar renda com a empregabilidade de 900 pessoas, sendo 450 com empregos diretos e 450 indiretos.

Auto da paixão 3

O evento é coordenado pela Secretaria de Trabalho e Assistência Social e segue o mesmo modelo utilizado no ano passado, inserindo no espetáculo pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade social. Participam também das qualificações trabalhadores do aterro sanitário, indígenas, imigrantes haitianos e constituirão parte do elenco da peça. O projeto também conta com artistas profissionais e amadores.

A produção vai reutilizar o cenário utilizado em 2016, produzido nas oficinas de marcenaria e serralheira com a participação de reeducandos, o que gerou para esta edição uma economia de R$ 600 mil no orçamento do evento. A cidade cenográfica de Jerusalém será instalada no Memorial Papa João Paulo II. As casas são semelhantes às da época de Jesus Cristo.

Auto da paixão 1

São parceiros do Auto da Paixão de Cristo 2017: Sistemas Fiemt, Sesi e Sebrae; Arquidiocese De Cuiabá – MITRA; Secretaria de Estado de Cultura (SEC); Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc); Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec); Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema); Secretaria de Estado de Justiça e Desenvolvimento Humano (Sejudh); Defesa Civil do Estado de Mato Grosso; Juizado da Infância e Juventude de Cuiabá; Polícia Militar (PM-MT); Corpo de Bombeiros Militar; Conselho de Ministros Evangélicos do Estado de Mato Grosso (COMEC); Associação Mato-grossense dos Atacadistas e Distribuidores (AMAD); Associação dos Criadores de Suíno de Mato Grosso (Acrismat); Secretaria Municipal de Cuiabá de Mobilidade Humana; Secretaria Municipal de Saúde; Cooperativa do Aterro Sanitário de Cuiabá; Fundação Estadual Nova Chance (FUNAC); e Organização de Suporte das Atividades dos Migrantes do Brasil (OSAMB).

Com informações da Assessoria/Setas-MT