Atlético-MG confirma acordo com o volante Adilson, que chega até sexta
Fullbanner1



Atlético-MG confirma acordo com o volante Adilson, que chega até sexta

Fonte: GloboEsporte.com
SHARE

O Atlético-MG confirmou o acordo verbal com o volante Adilson, na noite desta terça-feira. O jogador rescindiu contrato com o Terek Grozny, da Rússia, também nesta terça, e chegará até a próxima sexta-feira a Belo Horizonte para acertar os últimos detalhes do contrato e realizar para exames médicos. O atleta volta ao futebol brasileiro seis anos depois e chega para reforçar o setor mais preocupante do time atleticano.

Sonho da diretoria desde dezembro do ano passado,
o volante deu prioridade de acerto ao Galo, caso conseguisse voltar ao
futebol brasileiro, e cumpriu a palavra. Em dezembro, Atlético-MG e jogador conversaram, mas no início
de janeiro o clube russo manifestou o interesse em não liberar o jogador antes
do término do contrato de Adilson. Dessa forma, o Galo recuou e descartou a
vinda do volante, no começo do ano. A possibilidade era de trazê-lo no meio do ano, no mesmo caso que foi com Roger Bernardo, que está no futebol alemão. Mas como Adilson rescindiu seu contrato, o jogador já pode atuar agora.

Para poder disputar a fase de grupos da Libertadores, o volante precisará sair no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF
até segunda, já que o Galo estreia na Libertadores na próxima quarta, em Mendoza, contra o Godoy Cruz. A situação para regularizar Adilson é menos complexa que a do equatoriano
Cazares, no ano passado. O
meia, que foi contratado em janeiro, só foi regularizado no fim de
fevereiro, após um grande imbróglio envolvendo o clube alvinegro, o
Banfield (Argentina) e o Independiente del Valle (Equador).

Com Adilson, agora o técnico Roger Machado tem cinco volantes
aptos para jogar. Além do volante gaúcho, o treinador
ainda tem: Rafael Carioca, Elias, Ralph e Yago, além de Lucas Cândido,
que está no departamento médico. 

Adilson foi revelado pelo Grêmio em 2007 e, no meio de 2011, foi
negociado com o Terek Grozny, da Rússia. O jogador sempre atuou pelo
mesmo clube no Leste Europeu, realizando 101 partidas e marcando três
gols. O último jogo do volante brasileiro foi em dezembro do ano
passado, pelo Campeonato Russo, que ainda não recomeçou por causa do
inverno rigoroso no país. Na carreira, ele conquistou o Campeonato
Gaúcho de 2010. Adilson se despediu dos companheiros de Terek
nesta terça-feira, quando agradeceu pela oportunidade de atuar no clube
da primeira divisão russa.