Arcanjo preso em MT no raio de visão de Taques
Supermoveis

Fullbanner2


Arcanjo preso em MT no raio de visão de Taques

Fonte: Da Redação
SHARE
Já senador, Taques depôs como testemunha de acusação no julgamento de Arcanjo. Foto - TJMT

O ex-bicheiro, João Ribeiro Arcanjo, volta ao Mato Grosso depois de 10 longos anos perambulando por unidades prisionais do país para ficar então passar a estar fixo no Presídio Pascoal Ramos, em Cuiabá. Mais velho e com muitos quilos a menos, aquele que foi líder de muitos esquemas criminosos no estado e fora dele retorna em momento bastante peculiar. Seu principal algoz é agora, ironicamente, o governador do estado e o responsável maior pela gestão da Segurança Pública. Enquanto procurador da República, Pedro Taques foi um dos principais nomes da megaoperação “Arca de Noé”, que combinou Ministério Público e Polícia Federal, para desarticular o império de Arcanjo e o levá-lo para a cadeia. As ações destemidas de Taques acabaram por evidenciá-lo para a sociedade a ponto de levá-lo à vitória em campanha eleitoral pelo Senado Federal, em 2010. Além de preso, o ex-bicheiro teve 2.303 imóveis aprendidos, ativos financeiros de cerca de R$ 38 milhões confiscados, além de mais de R$ 8 milhões em contas bancárias recolhidos.

Montreal