Após reativação da Ouvidoria da Prefeitura, participação do cidadão salta de 65...
Adventista

Fullbanner1


Após reativação da Ouvidoria da Prefeitura, participação do cidadão salta de 65 para 300 registros

Fonte: Assessoria.
SHARE
Foto: Assessoria.

Pedidos de informações, críticas, reclamações, consultas, elogios e sugestões podem ser feitos pela população à Ouvidoria da Prefeitura de Rondonópolis por telefone, presencialmente ou via e-mail. Desde que a Ouvidoria foi reativada, em julho deste ano, foram disponibilizados vários canais de relacionamento. Antes, a participação do cidadão podia ocorrer somente por meio de um link no portal da Prefeitura. O anonimato é garantido e, como ressalta o coordenador do órgão, Júlio Carlos Costa, o importante é conhecer as demandas dos moradores da cidade para atendê-los cada vez melhor.

Para fazer um acompanhamento dos trabalhos realizados e o impacto gerado, Júlio elaborou uma planilha com os registros da contribuição das pessoas seja por meio de elogios, reclamações ou sugestões, entre de abril a julho – quando só havia o site para deixar o recado – e de julho a novembro – após a volta da Ouvidoria às atividades, com diversas formas de acesso para interlocução com o Executivo Municipal. Entre o primeiro e o segundo período computados a participação dos munícipes saltou de 65 para 300 comunicações.

“Após ouvirmos o relato da pessoa, entramos em contato com o departamento competente e também fazemos o acompanhamento. Dessa forma, assim que a situação é solucionada, ligamos para confirmar com a pessoa que o problema foi resolvido”, comenta Júlio. Ele conta que entre os casos com maior incidência de comunicação estão sinalização de trânsito, vazamento de água, limpeza de terrenos baldios e calçadas obstruídas por materiais de construção ou entulhos, além de denúncias de empresas trabalhando de forma irregular.

Júlio explica que, ao receber as reclamações e denúncias, a Prefeitura, por meio da secretaria que responde pela área, se mobiliza para solucionar o fato. Isso, muitas vezes, requer várias providências e despende tempo. “Em relação aos terrenos baldios que precisam de manutenção, por exemplo, precisamos respeitar as diversas etapas. Primeiro, o fiscal vai até o local verificar em que situação ele se encontra. Constatada a necessidade, é feita a notificação para que o proprietário realize sua limpeza e, se após o período estipulado esta não houver sido realizada, então, aplica-se a multa”.

Segundo o coordenador, a comunicação entre cidadão e Administração é fundamental para garantir a excelência dos serviços públicos: “Tanto as denúncias como os elogios sinalizam sobre o trabalho que está sendo desenvolvido. A partir das denúncias e reclamações, conhecemos onde devemos melhorar. E quando recebemos um retorno positivo temos um reforço de que estamos acertando e que devemos, então, dar continuidade aos procedimentos aprovados”.

Ele lembra que, ao entrar em contato com a Ouvidoria, é importante que o indivíduo forneça o maior número de informações sobre o acontecimento exposto. Quando se tratar de terrenos ou localidades é necessário informar nome da rua e número do lote ou residência. “Os dados devem ser precisos, claros e com a maior quantidade de detalhes possível e o comunicante deve ser o mais objetivo”, pontua Júlio.

Quem desejar fazer registro por escrito pode utilizar o e.mail ouvidoriamunicipalrondonopolis@gmail.com e, se tiver fotos, anexá-las. Outras opções são comparecer pessoalmente no Paço Municipal, na Avenida Duque de Caxias 1.000, Vila Aurora, entre 12h às 18 horas, ou, então, ligar para um dos telefones 0800 647-2244, 3411-3549 ou 9 8438-1536 entre 8h às 18 horas, sempre de segunda à sexta-feira.