Após emendas da Câmara, Percival começa a jogar população contra servidores
Supermoveis

Fullbanner2


Após emendas da Câmara, Percival começa a jogar população contra servidores

Percival usará a velha tática política de por sobre os ombros dos trabalhadores uma possível falência iminente do Poder Público, no caso, municipal

Fonte:
SHARE
Assessoria Prefeitura

O prefeito Percival Muniz (PPS) não gostou nada dos vereadores terem intensamente emendado os novos Planos de Cargos, Carreiras e Salários – PCCS que ele enviou ao legislativo e já partiu para a estratégia de “demonizar” os trabalhadores,tentando criar um apelo popular de “caça aos marajás” para certamente vetar e pressionar a Casa de Leis a não derrubar o veto.

As intervenções dos parlamentares, praticamente refizeram partes importantes dos textos e segundo um vereador ouvido pela reportagem “tudo ocorreu porque o procurador geral do Município, Fabrício Corrêa, pôs armadilhas no projeto para impedir que os direitos que naturalmente viriam em um futuro de curto e médio prazo fossem acessados por diversas categorias”.

Em análise as dezenas de emendas dos vereadores, o prefeito já admitiu que chamará a sociedade para a discussão. ““A sociedade não vai aceitar categorias de servidores trabalhando 30 horas semanais com salários de R$ 20 mil. Agora que os PCCS foram aprovados na Câmara, o Poder Executivo ainda tem 15 dias para sancionar a lei. No entanto, vamos esperar os ânimos serenarem e tentar construir um concesso com os envolvidos na criação dos novos PCCS para que as distorções sejam derrubadas com os vetos”, admitiu Muniz.

O tal salário de R$ 20 mil, segundo o prefeito, será alcançado sobretudo pelos fiscais, o que para o gestor é um absurdo. “Em 60 anos de vida que completei, nunca vi ‘um delírio coletivo’ como este, uma verdadeira caixa de privilégios”, pontuou Percival, que  estimou em cerca de 70 servidores neste patamar, o que geraria um custo ao Município de cerca de R$ 800 mil ao mês. “Um recurso, com este montante, dá para contratar mais de 500 homens para trabalhar na cidade em diversos setores”, critica.

Para o vereador ouvido pela reportagem, porém, defasar o serviço público não é o caminho para atingir a excelência que todos querem. “Com o texto que eles mandaram, profissionais de importância social notável não teriam acréscimo relevantes e ganhariam perto de R$ 2 mil, neste concurso que a prefeitura já lançou. Obviamente que isto desestimula os bons profissionais a fazerem parte do funcionalismo municipal e o que é urgente é melhorar a qualidade de atendimento ao público, não piorar”, analisa.

Da redação   

Montreal

10 COMENTÁRIOS

  1. Até concordo que alguns servidores abnegados e que sempre vestiram a camisa do serviço público tenham incorporadas 5.000 cotas de produtividade (+ ou – R$ 10.000,00) na remuneração mensal. Agora, tem “corpo mole” que nunca trabalhou e irá se beneficiar dessa mamata. A produtividade sempre fui um incentivo para a fiscalização, para recebê-la era preciso suar e suar muito. Com essa “incorporação” é só bater o ponto, ou nem isso, no final do mês a grana tá na conta. É preciso mais critério nessas emendas, dinheiro do contribuinte não é capim.

  2. Queria dar uma sugestão a este site colar frente a frente o Prefeito e o presidente da Câmara municipal de Rondonópolis, pra saber quem estar com a razão, ou pra falar no velho português quem está mentido ou falando a verdade sobre o PCCS

  3. pelo meno esses deixam boa parte do salário no nosso comercio ,o duro é aqueles que moram em outras cidades e não deixam 1 centavo.eu quero que ganhem verba idenisatoria e dobra tal como os procuradores de cabeça.

  4. Sinceramente, em época de crise financeira, números econômicos cada vez mais negativos, pais de famílias desempregados e vereadores ainda propondo aumento nas remunerações dos servidores municipais, penso que não é o momento. Isso é um tremendo desrespeito ao contribuinte que paga os salários deles. Bom senso das partes.

  5. Independente do prefeito está jogando os servidores contra a população, a verdade é que vivemos um momento complicado em nossa economia, muitas pessoas perdendo seus postos de trabalho e a administração falando em aumento de salários de servidores!!!! Por mais que eles mereçam, principalmente os professores que deveriam ser mais valorizados, GENTE NÃO É O MOMENTO!! Afinal quem paga os salários deles somos nós, será que não há bom senso entre os poderes??!! Fica claro por parte da Câmara a politicagem que estão fazendo, deixem isso para outro momento. As previsões são cada vez mais pessimista!!! População precisamos nos mobilizar, não vamos deixar que isso aconteça. É uma vergonha!!!!! ACORDA POVO!!! SE MANIFESTE, É O SEU DINHEIRO QUE PAGA OS SALÁRIO DOS SERVIDORES!!!

  6. En uma intrevista o prefeito garante que ninguem ganha menos de um salario e meioem outra diz quee e injusto alguem ganhar 20 mil e outros ganhar 800 quem mentiu nao foi eu

  7. Aqueles que foram selecionados no concurso publico merecem está onde estao hoje, no entanto tudo isso ou seja a lei da produtividade a lei 2094, quem criou foi esse prefeito ai, que hoje quer corrigir o tal erro que ele cometeu, é bom lembrar que tudo isso é LEGAL foi aprovado na época pelo legislativo e sancionado por esse prefeito que agora faz joguinho na surdina, mas pelo que to percebendo a coisa pro lado dele ta ficando meio complicado bens bloqueados e alem do mais ficha suja, sera que tem moral pra alguma coisa?

  8. É a lei. Conheço o pessoal da fiscalização e todos trabalham e são pessoas honestas, não pegam bolas, não recebem propina, portanto fazem jus receber R$ 20.000,00 por mês. Olha lá que trabalham mais que o prefeito. Eu quero ver este pessoal receber a quantia de R$ 40.000,00 mensais.

  9. Concordo João, mas será que temos que sacrificar mais ainda para pagarmos os salários deles neste momento!!?? muita gente já perdeu o emprego, muitas ainda perderão, o momento é de dificuldade, deixe isso para uma outra oportunidade!!!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

SHARE
Previous articleEstudantes têm até esta segunda (29) para aderir à lista de espera do ProUni
Next articleFávaro recebe homenagem em posse da diretoria do CRC