Após desvalorizações recentes, milho esboça tímida reação na manhã desta 4ª feira...
Supermoveis

Fullbanner2


Após desvalorizações recentes, milho esboça tímida reação na manhã desta 4ª feira na Bolsa de Chicago

Fonte: Por Notícias Agrícolas
SHARE

As cotações futuras do milho negociadas na Bolsa de Chicago (CBOT) iniciaram o pregão desta quarta-feira (2) com ligeiras altas. Perto das 9h16 (horário de Brasília), as principais posições do cereal testavam ganhos entre 3,00 e 3,25 pontos. O vencimento setembro/17 era cotado a US$ 3,65 por bushel, enquanto o dezembro/17 operava a US$ 3,79 por bushel.

O mercado esboça uma tímida reação após as perdas registradas recentemente. Nos últimos dois pregões, as  cotações cederam diante da perspectiva de melhora no clima no Meio-Oeste dos EUA e também por conta da forte desvalorização observada nos futuros da soja. 

Ainda há muita especulação sobre a safra americana e os impactos do clima adverso, registrado em algumas áreas, nas lavouras de milho. De acordo com levantamento da INTL FCStone, a produção dos EUA deverá somar 345,21 milhões de toneladas, com produtividade estimada em 172,3 sacas por hectare.

“Esses números são amigáveis para os futuros do milho”, disse Terry Reilly na Futures International. As projeções estão abaixo das estimativas oficiais do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), de uma safra próxima de 362,1 milhões de toneladas e um rendimento médio de 180,67 sacas do milho por hectare. O órgão atualiza as projeções na próxima semana. 

Montreal