Ao invés de levar enteada para escola, padrasto ia para motel estuprar...
Fullbanner1



Ao invés de levar enteada para escola, padrasto ia para motel estuprar vítima em MT

Fonte: Da redação
SHARE
Foto: Reprodução.

A Delegacia Especializada de Defesa da Criança e do Adolescente cumpriu mandado de prisão preventiva contra E.J.C, 38,  pelo crime de estupro, praticado contra a enteada de 15 anos. A prisão foi efetuada nesta segunda-feira (21.05).

O caso passou a ser apurado em 19 de abril desde ano, quando a Delegacia foi comunicada pela mãe da adolescente sobre os abusos que vinham ocorrendo desde o julho de 2017, dentro da casa da família e também quando o padrasto levava a garota para  escola, ocasião em que desviava e arrastava para motéis. Além de ameaças de morte, ele usava força física para consumar o crime.

A menor contou que foram diversas as vezes que isso ocorreu após a primeira relação sexual. Ela relatou que os estupros aconteciam pelo menos uma vez por semana, sempre mediante ameaças de morte a mãe e a seus amigos.

A descoberta ocorreu após a menor ser perseguida próxima ao seu colégio. O suspeito teria ordenado que a garota fosse com ele e se mantivesse em silêncio, mas ela correu e pediu ajuda a um homem que fazia caminhada próximo. O homem levou a adolescente até a escola, local que foi acionada a mãe da estudante e posteriormente a patrulha escolar.

O agressor será indiciado no crime de estupro, artigo 213 do Código Penal.