Análise: Atlético-MG de Roger mostra consciência do que fazer nos jogos
Supermoveis



Análise: Atlético-MG de Roger mostra consciência do que fazer nos jogos

Fonte: Fernando Martins Y Miguel
SHARE

A evolução segue. Dessa vez, mais nítida do que nunca. Time compacto, troca de posição constante, valorização da posse de bola, pouco susto defensivo e alto poder de definição. O Atlético-MG mostrou na vitória por 2 a 0 sobre a URT, neste domingo, no Independência, o que o técnico Roger Machado vem cobrando nos treinos.

Assim como em outros jogos em casa, o Atlético-MG enfrentou uma equipe mais preocupada em se defender do que qualquer outra coisa. Bem postada, a URT tentou dificultar, mas o Galo mostrou mais criatividade para fugir da marcação. Peças que não vinham sendo regulares ao longo da temporada, fizeram bom jogo, como Elias e Cazares. Com isso, o time ganhou em variação de jogo ofensivo. Com rápida saída de bola, o Atlético-MG pecou no último passe no primeiro tempo.

LEIA TAMBÉMRoger Machado elogia equilíbrio entre primeiro e segundo tempo do GaloLuan comemora primeiro gol no ano, e Roger pede paciência com o atacanteÁgua mole, pedra dura… Jogadores do Galo exaltam insistência em vitória

Na segunda etapa, logo no início, não perdoou com Robinho dando linda assistência para Fred abrir o placar. Com a vantagem no placar, os espaços foram dados pela URT, que saiu para o jogo. Era tudo o que o Galo queria. Com espaço para o contra-ataque, a velocidade de Luan, Cazares e Elias e a sustentação que Adilson, estreante do dia, deu ao meio-campo, o segundo gol foi questão de tempo.

O time ainda precisa de alguns ajustes para a execução, mas mostra a consciência do que o técnico Roger Machado quer que o time faça em campo. O próximo teste será o principal da temporada até aqui. O segundo encontro contra o Cruzeiro em 2017, mas agora com o time já bem preparado, pois o primeiro clássico foi a segunda partida da equipe na temporada.