Agora na Seleção, Scarpa aumenta liderança na venda de camisas do Flu
Adventista

Fullbanner1


Agora na Seleção, Scarpa aumenta liderança na venda de camisas do Flu

Fonte: Edgard Maciel de Sá
SHARE

Depois da saída de Fred, Gustavo Scarpa assumiu o protagonismo no elenco do Fluminense. E a cada mês que passa, o jovem de 23 anos abre mais vantagem na venda de camisas do Tricolor. Atualmente, os pedidos pelo número 10 e o nome G. Scarpa atendem por 50% dos pedidos nas lojas oficiais do clube, agora administradas pela Meltex Franchising. Na recém-reformada loja das Laranjeiras, esse número até passa de 50%. Em outubro, quando ainda vestia o número 40, o meia era responsável por 30% das personalizações.

Os meninos de Xerém, aliás, dominam o topo da lista. Logo depois de Scarpa, convocado pela primeira vez pelo técnico Tite para a Seleção principal, aparecem os pedidos por outros dois jogadores revelados nas categorias de base: a camisa 11 de Wellington e a 35 de Marcos Júnior.

Depois da reinauguração da loja na sede das Laranjeiras, o Fluminense pretende aumentar o número de filiais em 2017. O foco principal são Rio de Janeiro e Niterói, mas há planos de expansão para Salvador, outras capitais do Nordeste e algumas cidades do Espirito Santo. A meta do clube e de seu parceiro é duplicar o faturamento com a venda de produtos licenciados nos próximos dois anos. O investimento inicial para abrir uma filial é de R$ 150 mil.

– Estamos extremamente satisfeitos com essa parceria. Nossas lojas evoluíram e se consolidaram no último fim de ano. Os torcedores já estão identificados com a loja Fluminense FC e, sem dúvidas, atingiremos objetivos ainda maiores em 2017 – afirmou o gerente de operações da Meltex, Tommy Kamimura.