‘Absolutamente tranquilo’, diz Renan Filho sobre nova fase da Lava Jato
Fullbanner1



‘Absolutamente tranquilo’, diz Renan Filho sobre nova fase da Lava Jato

Fonte: Do G1 AL
SHARE

O governador de Alagoas, Renan Filho (PMDB), falou que está tranquilo com relação a mais uma fase da operação Lava jato, deflagrada na terça-feira (21) com base nas delações da Odebrecht, que teve como alvos pessoas ligadas a ele e a mais cinco senadores. Ele falou sobre o caso nesta quarta-feira (22), antes do lançamento do Programa Criança Feliz.

“Estou absolutamente tranquilo. As minhas contas de campanha foram devidamente aprovadas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e eu sempre pautei a minha vida pela probidade na conduta pessoal e na conduta administrativa”, disse Renan Filho.

Ainda sobre as investigações, ele disse esperar que os fatos sejam esclarecidos. “Eu sou o maior interessado na mais profunda investigação, capaz de elucidar todos os fatos, mas também de não cometer injustiças. E é isso o que acho que deve ocorrer nos próximos meses e estou aguardando com toda a tranquilidade”, diz Renan.

A operação foi batizada de Satélites porque os principais suspeitos estão na órbita de políticos, são pessoas ligadas a eles. Por isso, foi o ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo, que autorizou as buscas a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR).
A Polícia Federal cumpriu 14 mandados: em Maceió, no Rio, em Salvador, no Recife e em Brasília. Na operação, os investigadores foram atrás de provas sobre corrupção e lavagem de dinheiro. Em Maceió, foram cumpridos dois mandados, segundo o superintendente da PF em Alagoas, Bernardo Gonçalves.
Foram apreendidos documentos, HDs, pen drives, smartphones e outras mídias digitais. “O material aprendido será encaminhado para a Superintendência da Polícia Federal em Brasília”, afirma Gonçalves.
Também foram cumpridos mandados contra empresários ligados aos senadores Renan Calheiros, Eunício Oliveira e Valdir Raupp do PMDB; Humberto Costa (PT) e Fernando Bezerra Coelho (PSB).
Em relação a Renan Calheiros, a procuradoria descreve pagamento de propina de R$ 500 mil da Odebrecht na obra do canal do sertão alagoano delatada por executivos da empresa. A delação da Odebrecht também fala em pagamentos para Renan Filho. O dinheiro, R$ 829 mil, seria para a campanha dele via diretório nacional do PMDB.Programa Criança Feliz
O lançamento do programa Criança Feliz aconteceu no Centro Cultural de Exposições Ruth Cardoso, em Maceió. Além de Renan Filho, o evento contou com a presença do ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, e gestores municipais.
A proposta é o acompanhamento nos primeiros anos de vida de crianças em situação de vulnerabilidade social. O ministro disse que ele deve atender de 60 a 80 mil crianças com até três anos de idade. Dos 86 municípios alagoanos aptos a receber o programa, 84 realizaram todos os procedimentos, o que representa 97% de adesão.
“É um programa que trabalha as competências, as habilidades e a inteligência das crianças. A gente sabe que é nos primeiros mil dias de vida que a criança bem estimulada desenvolve as competências para aprender melhor na escola, inclusive ter um futuro com uma profissão melhor remunerada”, falou.
A primeira-dama do Estado, Renata Calheiros, coordena o Comitê da Primeira Infância de Alagoas e é interlocutora do programa com o governo federal. “Usamos diretrizes similares, seguindo padrões mundialmente de cuidados com a primeira infância, além de adotarmos a intersetorialização. O Criança Feliz chega no momento importante para formação das futuras gerações”, disse.