A verdadeira face de uma festa
Fullbanner1

Fullbanner2


A verdadeira face de uma festa

Fonte:
SHARE
José Olavo Pio.

 

Já parou para pensar que interessante é a realidade de uma festa, digo o comportamento das pessoas quando estão sob o efeito do álcool, luzes e o som estrondoso, pois então, vemos quem é quem em uma festa pois seus sentimentos ocultos são revelados quando estão alcoolizados, ou as pessoas podem se tornar mais agressivas, afetuosas ou sensíveis. Quem nunca viu uma amiga ou amigo chorar até cair quando está em uma festa com várias pessoas, uma ótima música, porem ele chora, pois, a pessoa quem ele queria ali não está. E aquele que se diz que não é ciumento, lá pelas madrugadas acaba expulso por brigar, ou nunca viu aquela pessoa recatada, caindo no chão ou estorvando os amigos ao redor com brincadeiras insuportáveis.

 

Com base em alguns momentos que tive a oportunidade de estudar os comportamentos humanos em meio a estas situações pude perceber que todos guardam alguns segredos ou então não deixam transparecer alguns sentimentos no dia a dia. De algumas décadas pra cá percebemos o uso corrente de entorpecentes chamadas de ‘’Drogas’’ ilícitas que são muito utilizadas em baladas e festas, o primeiro intuito quando perguntado a pessoas que usufruem destes, são para relaxar e curtir a festa de uma maneira lúdica como um sonho ou para esquecer das coisas lá de fora ( trabalho, casa, família e etc), quem utiliza entorpecentes tem estes álibis que são para enfrentar os ‘’Problemas’’ com maior tranquilidade, e sabemos que na verdade são fugas para não querer encarar a realidade ou fazer com que o corpo fique ligado por horas e horas prejudicando assim o físico e mental.

 

Muitos utilizam dessas festas para comercializar e fugir das coisas da vida. O fato é que nos deparamos com uma situação seria apesar desconsiderarmos esse tema, pois também quantas pessoas que tem sentimento de tristeza presos dentro de si e que ao chegar em uma bela festa consegue realizar o sonho de uma vida, quantas pessoas que amamos ou que estão longes não se esforçam para brindar este momento, aliás são poucas as vezes que conseguimos reunir uma família por completo, na opinião deste escritor são apenas dois raros momentos um deles é o velório de um familiar ou em um casamento. A festa representa o caráter de uma sociedade já em suas indiretas organizações e planejamentos, pensem comigo, toda festa tem seguranças pois existe um fator ponderável de ocorrer brigas, a maioria das festas tem espaços diferentes onde distinguem as classes sociais de acordo com a compra do seu ingresso, as pessoas traduzem em algumas vezes na forma de vestir sua verdadeira vontade com aquela roupa, ou então o grupo de amigos com que vou dita as regras de quem devo ser, claro além de outros fatores consciente ou inconsciente sobre sua ida a uma festa.

 

Fato é que reprimir os sentimentos ou externa-los de forma errônea com exageros provoca uma série de situações em minha vida, onde posso acabar manchando minha reputação por aparentar ser algo que não sou ou eu gostaria de ser. O melhor a se fazer é encarar nossas realidades e não deixar que o álcool as luzes e o alto som me façam ser algo que não sou. Pense com você agora, se sua vida é de fato uma festa.

 

José Olavo Pio: É Eng. Civil, Professor Universitário, Servidor Público, Empresário e Escritor.

Montreal