A partir de quinta (18), políticos efetivamente devem mudar de partido
Fullbanner1

Fullbanner2


A partir de quinta (18), políticos efetivamente devem mudar de partido

Senadores Blairo e Medeiros, além da deputada estadual Janaína Riva, devem trocar de partido nos próximos 30 dias

Fonte:
SHARE
Foto - Montagem NMT com Assessoria

Os eleitores de todo o país poderão ver, nos próximos dias, parlamentares do Congresso Nacional, Assembleias Estaduais e Câmaras de Cereadores em um verdadeiro troca-troca de partidos. Com a promulgação da Proposta de Emenda à Constituição 182/2007, marcada para o próximo dia 18, em sessão conjunta do Congresso Nacional, será aberto espaço, de um mês, para que que políticos que exerçam mandatos legislativos mudem de legenda, sem riscos de perder o mandato. Em Mato Grosso, Blairo Maggi (PR) e Janaina Riva (PSD) já anunciaram que vão migrar para o PMDB, mas eles não devem ser os únicos a bater asas.

O argumento de parlamentares favoráveis à mudança e a abertura da nova janela era o de evitar que sejam criados partidos políticos apenas para abrigar parlamentares insatisfeitos com suas atuais legendas. Pelas regras atuais, os parlamentares só podem mudar de partido, sem correr risco de perder o mandato, se forem para uma legenda recém-criada, exceto no caso de eleições majoritárias, como senadores e prefeitos. A estimativa, inicial, é de que cerca de 10% dos deputados federais, por exemplo, mudem de sigla.

A janela para mudança de partido sem que os parlamentares percam o mandato é um dos pontos da emenda constitucional que trata da reforma política. O texto foi aprovado pela Câmara dos Deputados, mas ainda precisa do aval de senadores sobre pontos que tratam, por exemplo, do fim de reeleição para presidente, governador e prefeito. As propostas ainda estão sendo analisadas pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Casa.

Além de Janaína, Blairo e outros deputados, tanto federais como estaduais, que devem procurar novos rumos, o senador José Medeiros, atualmente no PPS, pode estar de saída da sua sigla. Os mais prováveis destinos seriam o PSDB e o PSD, ambos da base próxima do governador Pedro Taques.

Fonte: Da Redação com 24 Horas News

Montreal