Governo recebe pedido de pavimentação e obras de drenagem
VendaMais

Governo recebe pedido de pavimentação e obras de drenagem

SHARE
Imagem Ilustrativa.

Por Assessoria

Pavimentação de dois distritos industriais, implantação do cursinho pré-vestibular de Rondonópolis, construção do Parque Tecnológico, ponte e drenagem na Avenida W11 e melhorias na rodovia do peixe foram as principais demandas apresentadas pelo prefeito Percival Muniz ao governador Pedro Taques durante reunião realizada no gabinete do Executivo Municipal na tarde de quarta-feira (18.03).

Muniz pediu R$ 3,2 milhões para pavimentação dos distritos, além de mais R$ 26 milhões para as obras da drenagem na Avenida W11 sobre o Rio Vermelho. Aproximadamente 80% da população vive de um lado do rio, contudo, trabalha no distrito industrial e há apenas dois meios de acessar o outro lado da cidade, o que causa congestionamentos.

O governador Pedro Taques disse que já havia destinado R$ 22 milhões em emendas para o sistema de transporte de Rondonópolis na época em que era senador e os recursos dependem do aval federal. Em relação aos outros R$ 26 milhões, ele disse que precisa analisar com a equipe econômica se há capacidade financeira para aplicar verbas estaduais na obra. A resposta da demanda será dada no dia 2 de maio, quando o governador retornar a Rondonópolis.

Em relação ao cursinho preparatório, o governador informou que há uma auditoria em andamento na Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia (Secitec) em relação ao desaparecimento de parte do dinheiro utilizado para a compra dos equipamentos para a transmissão das aulas via satélite. “O Cuiabá Vest foi passado para a Setas (Secretaria de Trabalho e Assistência Social) e deve funcionar em igrejas e associações. Mas podemos analisar a proposta de Rondonópolis e logo informarei sobre a viabilidade, mas antes preciso levantar os custos”.

Sobre o Parque Tecnológico, o governador informou que, além do pleito de Rondonópolis, Cuiabá, Alta Floresta, Chapada dos Guimarães e Sorriso também estão na disputa para sediar o primeiro parque de Mato Grosso. “Este ano vamos sediar a Anprotec, evento que reúne especialistas do mundo inteiro e precisamos criar essa rede tecnológica com a universidade próxima. A definição do local é uma das metas dos 100 dias da Secitec”, lembrou.

Já a respeito da rodovia do peixe, o governador também disse que pretende estudar a viabilidade de uma parceria com o município.

 

NENHUM COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO